Avandelson Ferreira da Silva: A desafinação da existência não é o...

A desafinação da existência não é o fim. A tristeza não é o fim. A morte do corpo, O amor que acabou, O tempo, O conhecimento, A liberdade, A angústia... Enfim!... Frase de Avandelson Ferreira da Silva.

A desafinação da existência não é o fim.

A tristeza não é o fim.
A morte do corpo,
O amor que acabou,
O tempo,
O conhecimento,
A liberdade,
A angústia...
Enfim!
Não é o fim...
É preciso tecer os recomeços,
Mesmo com a alma dilacerada,
A mente limitada para o novo,
Olhar sombrio de uma noite tempestuosa.
É preciso transbordar-se de esperança para que a vida deixe a esterilidade
E brote novos templos no jardim da existência.
Pois todo fracasso traz consigo o desejo da metamorfose -, e que ela chegue com o movimento do tempo e fique com a densidade do amanhecer.
E que as lamúrias desafinadas de meu coração apenas revelem para o meu ser a harmonia que se concretiza a cada degrau do saber.
E, por isso, vou.
Sou e serei.
Para ser, sendo.

24/02/2016

1 compartilhamento
Inserida por AVANDELSON