Eu mesmo: Toda a gente tem um rótulo, Toda a...

Toda a gente tem um rótulo,
Toda a gente menos alguém,

Tudo me define,nada se confirma.
Muitos me conhecem,poucos me definem.

Gosto de simplicidade e coerência
Detesto falsidade e falsa paciência
Tenho saudades de confiar,sem medo de me entregar.
Disseram para do passado me libertar,para o melhor de mim mostrar
Talvez tenhas razão,mas é fácil falar.
Confiança traída,auto-estima descaída.

Carência ou decadência não sei qual escolher para definir este turbilhão de emoções por um sorriso despertado ou até um olhar cruzado.
Mente confusa com esta vida que por mim não foi escolhida
Realidade imposta a força toda sem preparação apenas com uma bilhete e uma mala na mão.

O que estava para vir eu desconhecia
O que veio eu enfrentei sem medo de agonia
O que o futuro me reservou jamais a mente pensou
Já chorei,sorri,ajudei,vivi até já cai
Já me levantei,corri,tropecei e até lamentei.
Mas hoje estou aqui mais maduro que uma uva no Outono ,mais vivido do que quando tinha o meu trono

Mais viviso do que quando tinha o meu trono, mais presente de que sou alguem consciente daquilo que me prende aqui.

Hoje penso e repenso e sei que a unica forma de ser eu é respeitar aquilo q de mais simples tenho ao meu lado, as folhas caem no outono, e eu ja tropecei nelas algumas vezes. O mar revolta-se com frequencia e momentos ha em que sou a onda q mais explode no final. o sol poen.se todos os finais de tarde mas com a certeza de que no dia seguinte nasce com ainda mais luz e brilho.

E como diria Fellini "Nao ha nenhum fim. Nao ha nenhum começo. Ha somente a paixao da vida."

53 compartilhamentos
Inserida por Xxr12