Nilo Ribeiro: O amor e a criança... (Nilo Ribeiro)...

O amor e a criança...
(Nilo Ribeiro)

Foi fogo, foi paixão,
um belo enredo,
era feliz o coração,
uma criança com brinquedo

comparar nosso amor,
chega a ser sofrido,
passamos por tanta dor,
que eu preferia ter morrido

hoje só há lembrança,
não há mais esperança,
foi tanta desconfiança
que quebrou o brinquedo da criança

não dá para resgatar,
dois lados inseguros,
a criança vai ficar sem brincar,
tadinha, ela vai para o quarto escuro

não é poesia lúdica,
é relato sem hipocrisia,
ficamos sem a nossa música,
a criança ficou sem alegria

criança e amor,
não vejo comparação,
tente explicar meu nobre escritor,
a que ponto vai sua imaginação

não sou persuasivo,
nem mesmo convincente,
só penso que o amor é tão divino,
quanto criança inocente

o poeta precisa amar,
para se sentir mais verdadeiro,
como pra criança brincar,
ela precisa de brinquedo

para ser feliz uma criança,
ela tem que viver de brincadeira,
para o poeta viver de esperança,
ele tem amar a vida inteira

amei de verdade,
isto não é segredo,
hoje verso a saudade,
ela virou meu brinquedo...

1 compartilhamento
Inserida por NILOCRIBEIRO