Milene Delian: Fico me perguntando: que moças andam...

Fico me perguntando: que moças andam povoando seus dias e noites de desejo?
Será que te fazem sorrir?
Será que são intensas?
Será que te fazem feliz?
Fico me perguntando: por que você não me enxergou com os mesmos olhos que eu percorri a sua alma?
Será que foi o momento?
Será você um distraído?
Ou foi um simples desalento?
Fico me perguntando: por que eu, tão senhora de mim, tão experiente, tão independente, insisto em lembrar de ti?
Será que é carência?
Será prepotência?
Ou apenas lembranças de tempos não vividos nessa vida?
E continuo perguntando: e se lembranças forem, por que você não se lembrou de mim?
Será que este era o plano?
Será você incapaz de sentir?
Ou está tão envolvido em sua superficialidade, ao ponto de não enxergar a sua felicidade?
E não paro de me perguntar: essas moças realmente povoam os seus dias e noites de desejo?
Por que te vejo buscando incessantemente novas moças?
Não conseguem te fazer sentir?
Ou simplesmente você deseja não desejar?
E continuo me perturbando: serei eu masoquista ou teimosa?
Pois a cada música insisto em lembrar de ti.
A cada dia insisto em passar os meus dedos sob as suas fotos.
A cada segundo insisto em sonhar uma vida com você.
E sigo me questionando: e se nunca mais nos enxergarmos, terei eu alguma redenção?
Quando você deixará de preencher meus vazios?
Serei merecedora de ser verdadeiramente amada?
E se não o for, conseguirei viver sem amar?
Fico me perguntando...

1 compartilhamento
Inserida por MILENEDELIAN