Alexander Northgarden: MUNDOS DIFERENTES Sina cruel botando a...

MUNDOS DIFERENTES

Sina cruel botando a gente, em dois mundos diferentes
Um de primeira o outro emergente, são dois mundos diferentes
Seu mundo é lindo é excelente, com forte moeda corrente
E eu ralando mais que ventre de serpente ,nesse mundo de indigentes

Quando saio da obra, no fundo do buzão
Penso no seu retorno, esqueço essa humilhação
Ruas cheias de noia, garotos cheiram cola
No telefone é mais um que me cobra, o salário não sobra
Assim da pra surtar.

Mas você entrou na minha vida
Trouxe paz e me fez acreditar
Que um mundo melhor um dia
Nós dois juntos podemos criar
Lágrimas na sua partida, e a promessa de regressar
Deixou vazio e a saudade, mas nosso amor é de verdade
Só entendi a intensidade na hora de soltar mãos

Eu nessa estufa tão carente, nosso mundo anda tão quente
Dor de cotovelo e de dente, não tem remédio nem pro dente
Nossa saúde é deprimente, e o governo negligente
Mosquito ninja que dá dengue, nosso povo esta doente

E lá no bairro falta escola água e lotação
Rabiscam na gaiola “3,20 NÃO”
E eu penso em ir embora, mas logo baixo a bola
Quem mais sofre é que mais colabora com um mundo melhor
Aqui ou qualquer lugar

Você cumpriu com a promessa
De que um dia iria regressar
Esse mundo de tom cinza
Nosso céu de azul vamos pintar
Ninguém poderia um dia neste mundo imaginar
A diferença e ambiguidade, contraste e a dualidade
Você de Vênus eu de Marte mas dizem que sou de Plutão

E não precisa ser um mundo tão perfeito
Tendo nossa casinha e terra boa pra plantar
Já não podia ser tão perfeito
Ter sombra na varanda e uma cachoeira
Com água cristalina e nos seus olhos ter o mar
Que ainda não vi com os próprios olhos

Só sei que só você me entende,você sabe o que se sente
Separados por continentes ,só você na minha mente
Mais veloz que imediatamente ,vou regar essa semente
E estar contigo eternamente,e que o amor dure para sempre

E nem o tempo e espaço causa nossa separação
Não adianta o universo vim com a sua conspiração
Cabe a nós dois agora e a gente não demora
Eu tenho emprego bem melhor da hora
E até o fim do ano vai dar pra rebocar

Apesar da dura vida
Não render-se nem desanimar
Matar um leão por dia
Sempre em frente, sempre acreditar
Lá no alto da montanha, a resposta que eu fui buscar
Que toda essa dificuldade faz parte da felicidade
Foi na escalada da montanha que você estendeu a mão.

1 compartilhamento