Beattriz Vieira Lopes: Bondinho Chora chora céu desalmado...

Bondinho

Chora chora céu desalmado
Canta com quem te afloras esse pecado
Em queda livre cais do alto
De bondinho, bem no asfalto
E agora com membros torcidos
Suspiro de dor de sonhos perdidos

Doce serpentina a me tontear
Quando é que vai parar
Gira gira povo a volta
Filma filma pessoal da escolta
Tragédia trágica nessa tarde de verão
Pessoas morrem, sem coração

A ira atrativa do universo
A física louca que desprezo
Eis que surge ao longe um som
Unicamente proprietário do dom
Acorde jovem anjo
Aqui é vosso arcanjo

Devo abrir meus olhos?
Tenho medo da verdade
Tão fria quanto a perda de uma amizade
Lágrimas de um dançarino
De sorriso repentino.

1 compartilhamento
Inserida por 3Beattriz3