Beattriz Vieira Lopes: Vestes Verdes Menina tão inocente de...

Vestes Verdes

Menina tão inocente de verdes vestes

Sorria menina, hoje o Sol está quente
E por meio de raios brilhantes e reluzentes
Veio saciar essa fome que sentes

Nesta tarde, tão alegre menina
Dançando ao som dos pássaros e no ritmo do vento
Não mede o quão difícil é manter seu sustento

Hoje o dia parece estar mais quente
Mas não é o sol quem o faz

Corra menina, precisa fugir
Mas como o fazer estando enraizada aqui

Eis que surge, no horizonte,
uma forma mais ameaçadora do que jamais se vira

Pobre menina, tão indefesa
Em chamas acaba partindo

Deixando para traz a lembrança
De quem um dia a viu dançar

Agora nesta terra sombria
Carregada de mortes e tristeza

Vive uma nova menina
Menina tão alegre quanto a que se fora

Mas essa porém,
Não de verde se veste

Não do Sol se alimenta
E não dança conforme o vento venta.

1 compartilhamento
Inserida por 3Beattriz3