Alexandre Klismann: ... êee muralha desaba diante das ondas...

... êee muralha

desaba diante das ondas insistentes.

Cede à paciência do tempo.

Prostra-te!

As águas tranquilas abalaram tuas estruturas.

Nada resiste a força do tempo...

O tempo, levou tempo pra te vencer.

Eis que a muralha vem ao chão...

O tempo que é lento, te vence!!!

Muralha!! que antes erguida desaba.

As ondas que antes te acariciavam

são as mesmas que te levam aos abismos das águas.

Muralha, firme, fria, soberana...

Diante do tempo, és nada!!!!!

1 compartilhamento
Inserida por klismann