Emerson Mollin: Despertei meus olhos e eles viram a luz...

Despertei meus olhos e eles viram a luz do Sol. Então, inspirei fôlego e meus pulmões agradeceram, ornaram meu sorrir com vitalidade. O sorrir mais lindo, o sorriso de uma expressão que não se abala. A verdade acordou, o ser inquebrável que vive na alma e que habita a montanha da esperança, o leão à procura da caça e que ruge para os pássaros, o lobo do pôr do Sol que abasta a tristeza. Formidável, aparentemente belo esse terreno de espinhos que calienta as ondas do mar. Ondas que empurram as incertezas e julgam diamantes como insensíveis e ametistas como cristais, pois a beleza está no seu ser e ela habita o seu coração. Não se abale, porque sua inteligência irá superar os horrores do mundo. Dance por um minuto e esqueça do que as sensações são feitas, busque na paz o que não existe na dor, perdoe os pecados que já não existem. Então, desperte seus olhos, pois a vida é você e na sua confiança ela adormece. Pois melhor possuir a luz de uma chama do que a cegueira do mundo, e melhor a esperança do que o vazio de uma alma doente. Infelizmente, você não é imortal, mas você pode superar sua dor.

1 compartilhamento
Inserida por SixxSense