Enide Santos: Dor fresca na memória Talvez eu não...

Dor fresca na memória Talvez eu não deva morrer Como se morre qualquer ser Talvez depois de te perder Eu deva um pouco por vez fenecer Talvez eu deva mesmo busc... Frase de Enide Santos.

Dor fresca na memória

Talvez eu não deva morrer
Como se morre qualquer ser
Talvez depois de te perder
Eu deva um pouco por vez fenecer

Talvez eu deva mesmo buscar
O maior tempo possível durar
Para que mesmo sofrendo
Tenha mais tempo para te amar

Talvez, apenas talvez.
Tudo isso seja bom
Apenas por agora
Que a dor é fresca em minha memória.

Enide Santos 02/08/15

1 compartilhamento
Inserida por EnideSantos