Anderson Luiz: Poema: Liberdade É como estar na pele...

Poema:


Liberdade


É como estar na pele de uma águia, livre ao planar sobre o ar, das alturas admirando os traços da natureza sublime

Livre nas maneiras de viver, indo e vindo por onde o vento soprar

O dom de erguer o timbre de minha voz, gritar até ultrapassar o limite do som

Somos de agua, terra e ar, plantios de nós, fruto proibindo é a nossa própria carne.

1 compartilhamento
Inserida por AndersonLPS