Helen Villiger: Não se vive a vida só de amor, a vida...

Não se vive a vida só de amor, a vida urge em todos os sentidos e se perdermos muito tempo atrás do amor não haverá tempo para viver de verdade. O amor é tolo, ... Frase de Helen Villiger.

Não se vive a vida só de amor, a vida urge em todos os sentidos e se perdermos muito tempo atrás do amor não haverá tempo para viver de verdade. O amor é tolo, vão, fútil, inútil quando não se entende que é uma via de mão dupla e que em dupla tudo que for resolvido, concedido, partilhado faz parte de viver uma vida cheia de alegrias e tristezas, sorrisos e choros, vitórias e derrotas sem perder o rumo, o vislumbre de que nem tudo o que nos parece bom realmente o é se aceitarmos que todos nós mudamos de ideia a medida que amadurecemos.

1 compartilhamento
Inserida por PensamentosdoDia