Autor Desconhecido: "Ei, você! É, você mesmo, que...

"Ei, você! É, você mesmo, que nesse exato momento está lendo esse texto. Eu sei que seu coração dói, sua cabeça se confunde. Ontem uma irmã(o), hoje uma estranha(o). Você ama, o coração fica refém. Sei que você pensa muito em vocês, teu pensamento diz: Tenta mais uma vez, "família" não dá adeus, apenas um tempinho. Sei que prometeu á si mesma(o) que não iria derrubar mais uma gota de lágrimas, mas te entendo, sei que seu coração não é de lata. Eu sei que a voz dessa pessoa te conforta, e o abraço dela(e) é a coisa mais aninhadora e precisa neste momento. Sei que ainda tem esperança de acordar com um " bom dia irmã(o) ", e com um beijo na testa. Sei que trilhas sonoras são músicas infinitas de uma amizade que um dia foi feliz. Sei que eram como quebra cabeça, assim como arroz e feijão. Desde começo, meio, fim e recomeço. Eu sei que toda hora te dão conselhos pra você seguir, não procurar, você não escuta pelo tamanho da importância, por tudo que passou, e porque algum jeito você sente que a pessoa também sentir e querer voltar, pra trazer todos sorrisos de ambos de volta. Eu sei que existem lugares que você lembra de histórias, segredos e boas risadas. Eu sei que em cada noite você se despede dando boa noite, mas tentando achar um antídoto, e em pensamento e pedindo a Deus pra cuidar de sua irmã(o). Sei que se veem, mas não se olham, se lembram mas preferem a distância e a frieza. Isso é uma amizade sim, sem mais ou menos, apesar de tudo! Eu sei que em cada letra desse texto, você tem o mesmo nome no pensamento. Eu sei, compreendo, sei a dor que é, não culpo vocês. Em meio de tantos erros, pelo menos um amor justifica tudo, sempre. É tão complicado pra você , porque as letras, as palavras, as frases, o texto que você nem ia dar importância, mas que parou pra lê, era exatamente pra você lê, e sempre trazem de volta o que queremos pelo menos por um tempo esquecer, mas não eternamente."

1 compartilhamento
Inserida por Castanheirabarros01