Carlos Shirata: O amanhã há de chegar e nada o fará...

O amanhã há de chegar e nada o fará desistir de sua existência, não há como fugir e nem se esconder, palavras ditas não podem ser apagadas da linha do tempo e se alguém lhe ferir com gestos, pode ser que a ferida cicatrize no amanhã, mas as lembranças da dor e do sofrimento hão de seguir te por toda vida, será a única vez que o passado viverá no presente e em um tempo que ainda há de ser construído chamado de futuro.
Quem apenas enxergar o que queres imaginar irá olhar insistentemente para o vazio na esperança de encontrar algo que existe somente no imaginário individualista da obsessão.
O amanhã é como uma estrada escura onde não se pode ver os buracos e pedras que existem em todos os caminhos pelo qual caminhará independente das escolhas feitas no decorrer do presente e a cada pulsar do relógio a vida se torna passado.
O presente vencerá sempre essa batalha do tempo, pois o passado é apenas uma marca deixada por um presente onde tudo se concretiza de um futuro que ainda não existe.

1 compartilhamento
Inserida por carlosshirata