Poeta Dolandmay: EXPRESSÃO Digo aos versos a voz...

EXPRESSÃO Digo aos versos a voz conspirada, Qual dispersa amargura e amor... Que vem quente, outr’ora gelada, Que vêm trevas e vem esplendor... Digo de alma, de... Frase de Poeta Dolandmay.

EXPRESSÃO

Digo aos versos a voz conspirada,
Qual dispersa amargura e amor...
Que vem quente, outr’ora gelada,
Que vêm trevas e vem esplendor...

Digo de alma, de ternura apagada,
De espírito-luz, de intenso fulgor...
Que digo da esperança fechada,
Que digo da fé a Deus-alto: Senhor!

Voz, que ao mudo, a alma chora...
De palavras frias, coração apavora,
Que apaga estrelas ao céu imenso...

Que ao reverso, perfume se’spalha...
Em primor aceso, do Divo que talha,
Como brisa mansa ao ar propenso...

1 compartilhamento
Inserida por acessorialpoeta