Janela N.º 02 Hoje desci da cobertura,... Donizete de Castilho

Janela N.º 02 Hoje desci da cobertura, Estou no porão. Cá em baixo é escuridão, A vida é dura! O tapete de folhas da alameda, Ainda está no chão! As cores se fo... Frase de Donizete de Castilho.

Janela N.º 02

Hoje desci da cobertura,
Estou no porão.
Cá em baixo é escuridão,
A vida é dura!

O tapete de folhas da alameda,
Ainda está no chão!
As cores se foram,
Com o verão.
Faz muito frio aqui,
Meus pés estão no chão.

Os ratos roem as folhas,
São porcos, comem com as mãos!
Os pardais sujam suas cabeças,
Denunciando quem eles são.
E eu olho de minha janela,
De mãos atadas,
Sem ação!

A orquestra está desafinada,
Parece que o Maestro não está perto.
Como a bosta já não é nova,
Vou chamar o João Gilberto.

(Donizete de Castilho, 22.12.2013)

1 compartilhamento
Inserida por donizetedecastilho