Roseli de Abreu: O calendário da alma, aquele pendurado...

O calendário da alma,
aquele pendurado no coração,
que não marca o tempo pelas horas,
nem dias, semanas, meses
e não se importa com os anos e os séculos,
é o que, de fato, faz sentido.
Muito mais que o outro,
o que amarela os dias, pendurado na parede,
o que enfeita mesas e balcões,
o que tem os anos contados
e troca de número só para apressar a vida.
Que pena! E mal sabe que o segredo do tempo
é não viver o tempo…"

1 compartilhamento
Inserida por RoseliAbreu