Victória Ferreira da Costa Ribeiro: Poema nª1 Amor,palavra tão sóbria que...

Poema nª1

Amor,palavra tão sóbria
que inundece as fronteiras,
pula os portões e quebram
as janelas de tanta felicidade.

Fé,palavra tão pequena,
mais que tem um poder tão grande,
de alcaçar o que se almeja e
deseja para paz.

Caráter,Ah,se todo o mundo tivesse caráter!
Nossa,mas amanheço e vejo lá fora,
no meu jardim aquilo que não se vê,
mas se sente,Amor.

Tristeza,meu Deus,pessoas se perguntam
à toda hora,por que isso aconteceu?!
E com toda emoção do mundo respondo:
''Eis a sua hora''

Mais o mais importante é ter Deus,
Nele podemos tudo,
até as coisas mais banais.

1 compartilhamento
Inserida por victoriafcr