Richard Lisboa: Talvez amanhã eu sorria e veja que tudo...

Talvez amanhã eu sorria e veja que tudo isso foi besteira. Que você preencha meu dia com alguma frase. Vai me tirar da minha própria solidão, pedir tanto implorei por tudo que era mais sagrado, para não deixar você me roubar um olhar, sono. Você vai para longe de mim, eu tento te puxar, mas como posso fazer isso. Se você simples mente que ir. Quero que meu corpo pare de arder, que meu olho pare de encher de lagrimas tão fácil quando tenho saudades. Eu fui, porém você não veio. Eu te perseguir. Você fugiu. Paro no meio da estrada caio ajoelhada olhando o infinito na busca em que você olhe para trás e veja. Eu. Tremo, choro, grito, esmurro. Por fim, aceno a cabeça olho o céu. Rendo-me, não era isso? Você se foi.

1 compartilhamento
Inserida por richardlisboa