Matheus Andrean: O quanto pode doer tamanha dor que faz...

O quanto pode doer tamanha dor que faz romper O que um dia foi certo o que um dia foi puro se corrompe aos olhos dos corvos e seus espólios Um dia na eternidade... Frase de Matheus Andrean.

O quanto pode doer
tamanha dor
que faz romper
O que um dia foi certo
o que um dia foi puro
se corrompe aos olhos
dos corvos
e seus espólios
Um dia na eternidade
julgado com olhos de maldade
tornaram impuro
o que um dia
foi diamante rubro
mancharam o sincero
por olhos perversos
viram o que não existia
mais julgaram
como se aquilo conhecia
fantasia do homem
homens de Deus
buscam a verdade
porem julgaram sem piedade
triste fim teve o navio
lançado em brasas
tornou-se nada mais
que carcaça de prata
Porque julgaram
os que não conheciam
porque pisaram
os que não entendiam.

1 compartilhamento
Inserida por azaelandrean