Paulo Roberto Gaefke: Sou um toco no chão seco, esperando a...

Sou um toco no chão seco, esperando a chuva para brotar. Sou um resto do que restou de mim, mas ainda tenho forças. Quando todos viraram as costas, eu me voltei... Frase de Paulo Roberto Gaefke.

Sou um toco no chão seco, esperando a chuva para brotar.
Sou um resto do que restou de mim, mas ainda tenho forças.
Quando todos viraram as costas, eu me voltei para mim.
Quanto tudo o que ficou foi a solidão, eu fiquei solidário.
Quando todos deixaram de acreditar, eu acreditei.
E aqui estou, renascendo!
Brotando das minhas entranhas um novo "eu".
Mais leve, mais calmo, mais confiante.

Já não vejo as mesquinharias do mundo.
Sei separar amigos de conhecidos.
O joio do trigo,
a água da terra.

Tudo o que eu desejo é ser feliz.
Acha pouco?
Pra mim é o que basta, e sigo em busca da hora mais bendita,
o minuto mais abençoado, para formar o dia renovado,
em que deixo de ser uma aposta de futuro,
para ser a alegria do presente, vivendo sem dor,
distribuindo minha certeza e o meu amor.

1 compartilhamento
Inserida por Andc