Rosemary Chaia: Vê, Às vezes, teima em acreditar que...

Vê,
Às vezes, teima em acreditar que nada tem fim, escondendo-se por trás de sonhos ou ilusões, tornando-se a sua própria sombra. Pode ser duro de ouvir isto, mas mesmo que a verdade machuque, queime a alma, tenho que lhe dizer: Tudo tem, sim, um fim, e é importante saber quando uma etapa chega ao final, e que se insistir em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perde a alegria e o sentido das outras etapas que precisa viver. Encerrando etapas, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram. Desfazer-se de certas situações, ignorar algumas pessoas, enfim: abrir mão de algumas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar. Deixe ir embora. Solte. Desprenda-se. A vida não é um jogo no qual você está jogando com cartas marcadas, e não há nada mais perigoso que decisões que sempre são adiadas em nome do “momento ideal”. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é - é assim que percebe que está aberto o caminho para fazer tudo ainda melhor.

1 compartilhamento
Inserida por Rose05