Maurin Alessandro: Toda vez que eu paro e penso. Em tudo o...

Toda vez que eu paro e penso.
Em tudo o que aconteceu entre nós.
Eu sei que o tempo passou e nada poderá.
Desatar todos esses nós.
Porque as pedras continuam a rolar.
E o mundo nunca para de girar.
As vezes o destino nos prega tais peças.
Que a gente nem podia imaginar.

E lá no alto da montanha alguma coisa.
Despencou
E só o tempo nos mostrou.
Que rolou, e rolou.
E rolou.

Desde o dia em que você me viu chorar.
Eu ví alguem no qual podia confiar.
Mais o cupido retirou sua flecha e então.
Eu fui obrigado a esperar.
Quantas vezes eu dei passos sem pensar.
E até em outros braços já tentei me completar.
Mais o cupido lançou outra flecha e eu não.
Vou mais deixa-la escapar.

E lá no alto da montanha alguma coisa.
despencou.
E só o tempo nos mostrou.
Que rolou, e rolou.
E rolou...

E ainda não parou.
Pois isso apenas começou.
E foi tão fácil de me entregar.
Agora eu sei que tudo isso.
Estava escrito em algum lugar.
E que isso nunca vai chegar ao fim
E eu digo com certeza.
Se dependesse só de mim.
E lá no alto alguma coisa
Despencou, e rolou.
E rolou.
E isso apenas começou.

1 compartilhamento
Inserida por MaurinAlessandro