Lucas Otavio Peres: Os meus pensamentos caminham entre o...

Os meus pensamentos caminham entre o dilema do dia e da noite
Enquanto a noite flui por uma hibridez constante
O dia peregrina por uma harmonia importante.
Na noite, as luzes embriagam.
Flashes de intensidade e nuanças variadas podem ser observados
São artificiais
No dia a luz se faz branca, branca apenas para aqueles
Que não tem um prisma na alma pra formar um arco-íris
É real
Os defensores da noite resguardar-se-ão pela luz da lua
Bela, sedutora, mágica, respeitável, mas ainda assim
Artificial.
Reflete a luz do astro rei, que ofusca qualquer outro em seu domínio.
Dominante, extraordinário, incontestável
Real
Há aqueles que dirão que preferem a irregularidade da lua
Que como a vida, as estações do ano, são mutáveis, feita de fases
Eu ainda saio em defesa do Sol, que em sua magnífica regularidade
Permite-me perceber que, entre altos e baixos, o equilíbrio é necessário
Os sobrevintes replicarão que a noite tem de real o brilho das estrelas
Incontáveis, atraentes, hipnotizantes
Reais
Em tréplica, devo concordar com furor que as estrelas causam-me
Porém o brilho, a associação, a forma e as cores, apesar de inebriantes,
São distantes
Prefiro o sol, que além de luz, me transmite radiação, magnetismo, calor
A noite é encantadora, inspiradora, mas fria e escura.
Apesar de conhecer-me o suficiente pra saber que
Mesmo com todas as imposições colocadas pelo dia
Eu ainda me perderei algumas vezes pela noite
O dilema entre a cruz e a espada mostra-me uma certeza
Enquanto a noite atrai,
O dia conquista

1 compartilhamento
Inserida por lucasotavio