Pietro Kallef: Conjugar Eu amarei. Eu amo. Eu amei....

Conjugar

Eu amarei.
Eu amo.
Eu amei.
Tive que conjugar para acreditar que o amor advém de amar.
Amar o que se quer ser
O que se quer ter
Amar o que não se tem, ou pensa que tem: em comum.
O anverso é o lado certo
E certo é o universo que vive a conspirar.
Amar é deixar entre-linhas, escrever recados anônimos, é querer ir a lugar nenhum.
Amar é ficar, permanecer, insistir e por fim desistir.
Desistir de seus velhos planos, de ser si mesmo, de dizer o que quiser, de não querer dizer o que se sente.
É escancarar , demonstrar e ferir.
É ter que aceitar sem pestanejar, é fingir que não sente ciúmes, é se abandonar e principalmente suportar.
O amor tem aconchego, tem cheiro, tem riso, tem beijo, tem até vocabulário próprio: amorzinho, benzinho e docinho.
Tem tudo, menos você.
Abdicar é tornar exclusivo o que não se pode deter.
A vontade vem do ócio e da monotonia.
O amor esfria
E torna quente antigos desejos.
Eu amarei.
Eu amo.
Eu amei.
Tive que conjugar para acreditar que o amor advém de amar, amar a si mesmo.

1 compartilhamento
Inserida por PietroKallef