Erika Araujo: [...] Depois de dois ou três minutos de...

[...] Depois de dois ou três minutos de caminhada chegamos há um lago que se estendia por muitos metros até as colinas que pareciam como quadros, e não por coincidência vi uma tela exposta em um cavalete com a mesma paisagem, sob a sombra de uma árvore. Impressionei-me ao ver uma pintura tão linda! Estava terminada, só faltando a assinatura do pintor e uma moldura à sua altura. Percebi que Rubens me observava com atenção e um ar de riso nos lábios quando me conduziu à frente do cavalete. Não entendi o que ele queria fazer quando virou as costas para mim.
-Você é o que faltava. –disse ele, não sabia do que estava falando.
-Desculpe?
Ele repetiu o movimento do dedo indicador nos lábios e eu já estava ficando irritada com aquilo.
-Devo pedir que não se mova.
-Mas...
Novamente aquele movimento.
-Desculpe meus modos, quase me esqueci de pedir sua permissão para pintá-la...
-Pintar-me? –perguntei um pouco ansiosa- Por quê? Seu quadro está tão lindo!
-Quero que ele fique perfeito. [...]

1 compartilhamento
Inserida por araujoerika