Kamylla Cavalcanti: Talvez eu ainda não tenha aprendido a...

Talvez eu ainda não tenha aprendido a me perdoar, talvez eu precise parar de remoer todas essas coisas que me prendem a um passado que tanto subornou meus sonhos. Eu procuro acreditar no que vejo na minha frente e tento ver além do embaçado...constante dos meus olhos, guardo meus medos na gaveta e não me olho mais no espelho, a falta escreveu sobre minha’alma todas essas ausências, que me doem, me sufocam e me fazem em pedaços. Eu passei pela vida acreditando tanto, me esforçando tanto pra ser melhor, que hoje nem sei se esse era o melhor que eu quis pra mim. Vi tanta gente, andei com algumas, sorri com outras e chorei com poucos, mas hoje só me resta essa saudade e essa constante vontade de visitar lugares que já nem sei mais se sou aceita. Hoje chorei, chorei por ter percebido o tanto de palavras, lágrimas e momentos que queria apagar e que não posso, chorei por essa vontade descabida de te olhar, esse desejo inocente de te ver sem nenhum passado a nos sufocar. Chorei porque de toda essa descrença que minha vida se tornou, nós somos a única coisa que eu ainda acredito, mas ao mesmo tempo a única coisa que não alcanço. Hoje poderia te ligar, talvez um jantar, a gente poderia por o papo em dia, declarar saudades e afugentar temores, depois você poderia ir dormir lá em casa, eu acordaria a noite só pra te ver dormir, você se levantaria cedo e devagar pra não me acordar, hoje só hoje... a gente poderia reconstruir os sonhos tão antigos que o destino quis nos roubar.

1 compartilhamento
Inserida por kamylla23