A flor nossa de cada dia! Parece piegas... Linda Lacerda

A flor nossa de cada dia!



Parece piegas falar que pode se encontrar uma flor para cada dia, mas fácil, muito fácil, encontrar uma flor para todos eles... Eu procuro flores em todos os dias da minha vida. E foi assim que construí um jardim num solo quase infértil, onde poderia haver somente espinheiros... Algumas pessoas nascem em terra erguida e arada pelas mãos caprichosas do destino. Essas já receberam o seu próprio jardim, construído, plantado e regado pela vida... Mas sou persistente e descobri que se a vida não fertilizou a parte que me foi dada, revolvi eu mesma arar a terra seca e dela fiz brotar a minha flor de cada dia... E assim sigo procurando e graças a Deus, encontrando flores para darem sentido e colorido a eles. Há aqueles dias em que encontro uma flor entre os rochedos... Aquela que nasceu por acaso, solitária e quase sempre despercebida por estar em lugares ermos e que para encontrá-la temos que escalar montanhas... Eu sei que essa é flor do alento... Que me diz que embora às vezes me sinta desolada, ainda trago em mim a beleza que olhos sensíveis encontrarão...Colho a flor da gratidão,- essa muito rara de se encontrar , pois está plantada em lugares quase nunca percorridos-...no coração das pessoas que sofrem mais que eu e nem por isso se desesperam ou renegam a existência...Encontrar a flor nossa de cada dia é mais ou menos assim como jogar o jogo do contente...Quando pequenas coisas me deixam feliz, por mais simples que sejam para outras pessoas, eu sei que encontrei a bela flor da alegria... Essa eu colho aos ramalhetes e oferto aos que passam pelo caminho... Ela é como flor do campo... Nasce em todos os lugares, basta que se tenha sensibilidade para enxergá-la... Está em pequenos gestos que fazemos ou recebemos... Há a flor da simplicidade quando recebo uma boa noticia, quando vejo cores onde a vida insiste em me mostrar preto e branco...Flor de sentimento quando reencontro um amigo querido que há muito não via...quando alegro-me com a alegria dos outros... Há uma flor para os meus dias de melancolia quando vejo que a introspecção é um tempo que precisamos para vasculharmos o nosso interior e, por conseguinte voltarmos melhor... Há uma flor para os dias em que penso que vou me atolar no pântano da vida e penso que de lá é que brotam maravilhosas flores de lótus... Encontro a linda flor da esperança quando vejo pessoas que há muito a perderam, e vagam pelo mundo se revolvendo em pesadelos, desejando que houvessem morrido antes de nascer... Há flores de otimismo para enfeitar os dias em que amanheço de olhos voltados para o futuro, sonhando, e tentando tornar meus sonhos realidade... Há pequeninas flores quase imperceptíveis que nascem à beira do caminho sem que ninguém as semeie... São as flores da “felicidade sem motivo”... Dia em que descubro que devo ser grata por tudo e achar graça em todos...Que ela está nas coisas que menos valorizamos, mas que seguem ao longo da nossa estrada, tentando se fazerem vistas...Procure a sua flor de cada dia... E regue-a para que continue a perfumar e enfeitar cada um deles, por mais descoloridos e tristes que pareçam...

3 compartilhamentos
Inserida por MelindaLacerda