“A dor que deriva de um permanecer... Suvenir, Maria Mariana.

“A dor que deriva de um permanecer doentio. O fato de eu não me desprender da herança menosprezada e varrer as desgraças para debaixo do tapete. Montar um caste... Frase de Suvenir, Maria Mariana..

“A dor que deriva de um permanecer doentio. O fato de eu não me desprender da herança menosprezada e varrer as desgraças para debaixo do tapete. Montar um castelo com cartas leves, que desmorona antes do vento o mesmo atingir. Engolir em goles abundantes e sufocantes, os socos e ponta pés, tais como a tortura de um salto agulha na jugular. Em uma luta eterna com o meu íntimo, portando ambição e poder, sonegando paz e amor e de uma maneira egocêntrica, comendo as migalhas abandonadas por outros durante a jornada, afim de que todos se percam na ilusão de viver uma vida mais-ou-menos. Não posso trocar as cartas, não escondi nenhuma na manga, corro só e apenas por mim. O futuro é uma incerteza e ligado ao passado passa a ser ignorância. Venho folheando as páginas da vida, muitas vezes voltando, enquanto o livro da morte espera para contar a sua história. Caminho desamparado… O tapete vai ficando pequeno para tanta desgraça.”

1 compartilhamento
Inserida por sabriinaleticia