Amanda Drielly: Tristeza-desânimo. Como eu queria, ter...

Tristeza-desânimo. Como eu queria, ter capacidade suficiente pra controlar esse sentimento que, vez ou outra me atormenta. Que me arranca lágrimas. Que me rouba muitos minutos de pensamentos, algumas vezes, desnecessariamente melancólicos. Penso comigo mesma, que não preciso de todo esse drama. Vou na frente do espelho e falo pra mim mesma : ... "Que garota linda, porque choras tanto? Há tanta coisa mais importante. Distribui esse sorriso lindo por ai. Vai. Mesmo você não estando bem. Tem gente precisando do seu sorriso. Tem gente precisando ver esse brilho lindo ai dos seus olhos. Vai fazer alguém se sentir bem, e consequentemente se sentir melhor ao fazer isso. Não se isola. Só vai piorar. Seus problemas não são os piores do mundo. Tem gente passando por situações, zilhões de vezes piores do que as suas. Faz o seguinte. Enxuga essas lágrimas. Não precisa passar nenhuma maquiagem. Você é linda assim. Pega um trocadinho qualquer ai. E vai tomar um sorvete. Sozinha mesmo. Não precisa chamar ninguém. Vai caminhando ai. Cumprimenta os vizinhos com um "boa noite gente" bem empolgante. Vai. Vai logo. É pra ontem. A felicidade te chama com urgência"... Assim fiz. Sai. Caminhei. Sorri. Fui feliz, por aqueles, breves, e lindos minutos. Que transformaram meu dia.

1 compartilhamento
Inserida por amandadrielly