Michely Oliveira: Feliz Ano Novo Bem, dessa ultima vez...

Feliz Ano Novo

Bem, dessa ultima vez não vou pedir desculpas. Eu sempre fiz o melhor que eu pude, sempre dei o melhor de mim no pouquíssimo tempo que tive, e você sabe que não teve nem 10% de mim. Mas nem importa mais, não é?

Nem vou desejar boa sorte, você sabe se virar e diferente de mim, tem pessoas que a cada gemido seu vão te perguntar “o que há de errado?” e vão fazer de tudo por você. Pelo menos é isso que “elas” costumam dizer nas redes sociais. RS

Sem adeus, porque não tenho direito a despedidas. Nem as gosto, também. Não é porque tenho medo de chorar na frente dos outros. Simplesmente não gosto de terminar ciclos sem ter base de como começar outro. Mas isso não é o fim de um ciclo. É um enterro.

Estou enterrando tudo o que sobrou de você. Cada doce lembrança, cada amarga lágrima.

Não pense que foi fácil me desfazer disso. Tive que assumir minhas fraquezas. Tive que criar forças para derrubar a árvore de tamanho centenário que era você dentro de mim. E suas raízes aqui eram tão fortes!

Era bom. Virou dor. E só dor,

E maldade.

Tudo o que você quis fazer de bom por mim, você transformou em coisa ruim.

Porque você sabia, eu era perfeita pra você!

Só faltava em mim, aquela espiritualidade boba e falsa de quem sofreu lavagem cerebral dentro de um templo.

Mas ninguém é tão perfeito assim, não é?

As pessoas tem um nível de imperfeição tão irônico, que prometem, e quando não querem mais cumprir; viram as costas.

Ninguém sabe pedir desculpas. Ninguém tenta.

E eu não existo. Eu “perfeita” não existe mais.

1 compartilhamento
Inserida por MichelyOliveira