Júlio Mário Salusse: " Os Cisnes " Júlio Salusse...

" Os Cisnes " Júlio Salusse (1872/1948) A vida, manso lago azul, algumas vezes, algumas vezes mar fremente, tem sido para nós, constantemente, um lago... Frase de Júlio Mário Salusse.

" Os Cisnes "
Júlio Salusse (1872/1948)


A vida, manso lago azul, algumas
vezes, algumas vezes mar fremente,
tem sido para nós, constantemente,
um lago azul, sem ondas, sem espumas.

E nele, quando, desfazendo brumas
matinais, rompe um sol vermelho e quente,
nós dois vogamos indolentemente
como dois cisnes de alvacentos plumas.

Um dia, um cisne morrerá por certo.
Quando chegar esse momento incerto
no lago, onde talvez a água se tisne,

- que o cisne vivo, cheio de saudade,
nunca mais cante, nem sozinho nade,
nem nade nunca ao lado de outro cisne.



Bom Jardim, Município de Nova Friburgo
in
"Os Mais Belos Sonetos que o Amor Inspirou"

1 compartilhamento
Inserida por chachabrasil