Lucas Rizzotto: O amor nunca estará à venda. Na...

O amor nunca estará à venda.

Na banquinha do amor, existiam vários sabores à venda. E como se já não bastasse poder comprar o amor, ele estava na promoção.
Inquieto, um dos visitantes pôs-se a prová-los. Todos os cheiros e sabores, como todo bom curioso.
Mas, na banquinha não falava, que para conhecer um a um, eram necessários anos, mesmo que em uma fração de segundos.
Permaneci imóvel, correndo apenas com os olhos conseguia ver todos os potes coloridos.
Uma senhora, já ampadara por uma bengala, notou minha faceta de curiosidade, e com um sorriso, falou:
"Bom menino, fiz o mesmo que você. Usei apenas os olhos para ter a certeza de que não era necessário abrir todos os potes, para provar tudo o que o amor pode nos dar."

1 compartilhamento
Inserida por lucasrizzotto