Coleção pessoal de yonnemoreno

101 - 120 do total de 239 pensamentos na coleção de yonnemoreno

Quando o improvável surge o impossível se ilude.

Yonne Moreno

O mundo gira, gira, gira... E leva consigo os desamores
Mistura os sentimentos e dá vida a novas sensações.
É assim que surgem novos amores!

Yonne Moreno

Tento cumprir a palavra de Deus mesmo sendo eu assim, semi perfeita nesse mundo perfeito em suas imperfeições. Rogo sempre a ele para estar comigo todos os dias e me dar às mãos nos dias maus a que todos nós temos.

Yonne Moreno

Quando há amor só precisa saber ceder...se der...ceder...se der...ceder....

Yonne Moreno

Há vezes que a razão, a emoção e a loucura se juntam em minha sanidade de vida. Eu desfaleço nessa comoção infinita. Espavento meu de noites mal dormidas.

Yonne Moreno

Coração de gelo
Agora eu te entendo
Penso no desgelo
Entro no seu templo
Clico os momentos
Amo os seus beijos.

Yonne Moreno

Divino é o efeito no tempo invertido
Tempo de paz que tudo satisfaz
Tu és minha paz do tempo atrás
Homem voraz foste demais!

Yonne Moreno

Há mulheres tão fáceis de entender e tão doce de amar que cegam homens vazios de emoções.

Yonne Moreno

Tem dias que minha alma aflita grita. Às vezes só preciso sentir prazer de você. É bem verdade que tudo pode acabar tudo pode esquecer e isso pode acontecer, mas jamais a plenitude de um grande amor!

Yonne Moreno

Boca que louca beijou minha boca. Sinto saudade daquele louco beijo boca a boca!

Yonne Moreno

Dias, meses e o tempo esvoaça. Deus eu não entendo esse tempo que passa.

Yonne Moreno

Sete meses
Os dias esvoaçam no tempo
Eu entendo
E por Deus eu mereço
A fatalidade opõe-se à nossa liberdade.
E nada o fará voltar
Minhas lágrimas se esgotam
E nítidas são as lembranças
Como filme digital num mural
Não real é surreal
Paraxodal
Minhas lágrimas secam lentamente
Emplacando uma metamoforse
O pranto escorre em minha alma
Sinto frio
Meu coração acalenta
Bate descompassado
Em minhas mãos o tremor persiste
Ele insiste
Como água em oceano ele vive
Meu berrante dos mundos paralelos
Vejo névoa no ar a me olhar
Sinto-me imaculada
Indefesa amada
Nas noites apagadas.

Yonne Moreno

Escrever sobre os seus olhos brilhantes
É tão fácil e tão presente.
Eles estão em minha mente
Como gente.
É um amor latente
Esses olhos que olham com os meus olhos.
Meus olhos gementes
Em seus olhos ausentes
Meu amor ainda ingente
E você fisicamente jacente
Te faço sempre presente

Yonne Moreno

Sou real
Realidade é renovada
Chega aos poucos
Veras pouco a pouco
E com ela a saudade
É perspicaz
Persistente
Apresenta-se
É evidente
Sai como raios da minha alma
Abstrata entidade que não mente
Silencia
Passa em meu coração
Descendo lentamente pelos meus olhos
Deixando minha órbita em brasa
Dizendo em voz clara
Sabe aquele amor envolvente?
Ele ainda existe
E mesmo sem vida
Ele ainda vive
Sim ele vive
Tuca, outrora um homem.
Agora alma de elite

Yonne Moreno
1 compartilhamento

Elo
É nossa ligação astral
Vou conectar-me
Sentir sua respiração
Minha paixão transcendente
Sentir seu suor, seu coração.
Sentir você
Sentir-me dentro de nós
Eu de ti não esqueço
Do primeiro contato
Eu te falo
O elo foi a ligação
Transposição
Tuas palavras sussurradas ao vento
Passam lentamente em meu coração
Como é triste essa paixão
Você nesse lugar
Meus olhos não podem te avistar
Dizem que nascemos duas vezes
O último é quando
Um último grande amor conquistamos
Foi portento esse encanto

Yonne Moreno

Quando o presente que passado foi me abraça, sinto a prova viva que o passado que se foi continua vivo.

Yonne Moreno

Traços de luz que reluz em teu olhar. Vem meu pretinho. Tu és Carinho. Vem me amar em meu doce lar!

Yonne Moreno

Entro em êxtase ao nascer do dia
Ao longo da era ele caminha
E junto vem o sol que irradia
Sol com raios envolventes
Aquece a humanidade existente
Povo carente
Mas meu olhar é retrospecto
É um aspecto
Avisto o entardecer
Fico admirada com o desmerecer
Tarde que envelhece ao final do dia
E morre dia a dia
Nos braços acolhidos, eu te digo.
Da sedutora noite linda, meu amigo!

Yonne Moreno
1 compartilhamento

O linguajar dos povos existentes tem uma riqueza que nem todos reconhecem.

Yonne Moreno

Voltar
É bom voltar pra casa
Na hora exata
Ver a paisagem
Do tipo colagem
O sol permanece
E sem tempestade
A brisa é fresca
E na face me beija
Cabelos aderem meu rosto
Fazendo um esboço
Ah! Vida de expectativas!
Voltar
É bom voltar pra casa
Meu carro desliza na rodovia
Na verdade
Minhas mãos sabem o que fazem
O entardecer chega de mancinho
No volante comando o caminho
Vou pro meu ninho
Carros passam como raios
E com os olhos eu assisto
Fiscalizo
Estou subindo
O vento fala ao meu ouvido
A tarde está se indo
Voltar
É bom voltar pra casa
Vejo curvas sinuosas
Mas não importa
Fixo nessa procissão
Dá uma impressão
O céu mais perto do chão!
Muralha de concreto verde
Estou nela
Sinto cheiro do verde
Que se mistura com a fumaça
Por mim carros grandes passam
Tem que ser assim
Continuo na velocidade presente
O frio é ausente
Estou cada vez mais distante do mar
Queria voltar
Nessa imensidão rolar
Ver o azul do mar
Eu amo o meu mar
Mas vou continuar
Voltar
É bom voltar pra casa
Sinto falta das danadas
Minhas filhas dedicadas
Sinto um pouco de frio
Minha pele erigiu
Aqui no rodo anil
Mário Covas varonil
Reflete o sol em minhas lentes
Raios explodem quentes
Como é bom o frio ausente
Voltar
É bom voltar pra casa
Beijar minhas filhas amadas
Andar pela calçada
Brincar na escada
Cuidar da minha casa
Voltar
É bom voltar pra casa!

Yonne Moreno
1 compartilhamento