Coleção pessoal de cicerodias

1 - 20 do total de 37 pensamentos na coleção de cicerodias

Ainda é tempo de sonhar.

⁠Olhe ao redor,
veja a vida a despertar,
creia... ainda é tempo de sonhar.
Se sorri, se chorei, se dormi, se sonhei,
se despertei; há!... ainda é tempo de sonhar.
Se o Senhor é o mesmo,
se ele não mudou,
se com meus olhos fechados em oração eu ainda o vejo,
se sinto seu amor, há! Ainda é tempo de sonhar.
Não há mal que dure,
se o amor perdura,
como escrito está...
e se você está aqui....
então... viva, chore, sorria, sinta Deus...
Pois, ainda é tempo de Sonhar.
Autor Cícero Marcos

Cícero Marcos
Tags: https://clubedeautores.com.br/backstage/my_books/published

⁠Silente Jeito de amar.

Há! este amor calado em meu peito,
que em silêncio achou um jeito de lhe falar.

Deveras, o amor não tem defeitos,
na cumplicidade dos olhos silentes,
se fez revelar.

O amor não se explica,
complicado fica,
quem tenta explicar.

É uma ardência no peito,
um sorriso sem jeito,
ao tentar se expressar.

É assim que te amo,
e ao passar-se os anos,
assim vou te amar.


Autor Cícero Marcos

Cícero Marcos

Vida verde.

Quero ver no meu jardim em flores,
borboletas com sua cores,
numa manhã de primavera,
a despertar amores.

Vê a mente a viajar,
num passeio ao passado,
sem sair deste lugar,
sem perder seu floreado.

Hó! vida verde em formosura,
um instante em seu regaço,
em um lacônico segundo,
esqueci minhas agruras.
Autor: Cícero Marcos

Cícero Marcos

⁠RESIGNAÇÃO 

Eu cantei o amor,
celebrei a alegria,
da trizteza fiz canção,
e da dor fiz poesia.
 
Nunca me deixei vencer,
quer de noite, 
quer de dia,
  e se vi alguém chorar,
lhe apresentei alegria.

Se só se vive uma vez,
deixo registrado o meu feito,
pois aprendi que na vida só será coroado,
aquele que militou direito.

Quando a morte chegar,
e com seu véu me cobrir,
entrarei no paraíso,
 com um grande sorriso,
direi a Jesus Cristo:
Pronto, meu mestre, estou aqui.

Resignado ao teu propósito,
para o qual me escolheu,
eu cantei, sorri e chorei,
fiz de teus planos o meu.
E deu certo, eu bem sei,
no canssasso da minha lida,
eu cheguei ao fim da vida,
e nos teus bracos descansei.




Autor: Cicero Marcos 

Cícero Marcos

⁠Expressões do amor

O amor não se mede em palavras,
até aos gestos às vezes enfada,
explicar o inexplicável ? ...
É melhor não falar nada. 

Deixe que os olhos expresse, 
o que o coração lhe contou,
há cumplicidade entre eles,
pra revelar o amor.

Amo_te, por que amo, é o que consigo dizer.
Pois, se as palavras não expressam...
é melhor não me atrever.

Autor: Cicero Marcos 
Feliz dia dos namorados!! 🥰

Cicero Marcos

⁠Jardim regado

O que eu posso vê em ti?
Me indaga o coração assim,
A contemplar_te da janela por entre as luzes, colorindo as cortinas de cetim.

Águas correm do telhado, irriguindo pelas rosas que florecem no jardim.

És como um jardim bem regado, seu amor bem arraigado vai crescendo dentro em mim.

Vejo rosas com suas cores, de encantos e amores, seu perfume de jasmim.

Já não há  como fugir, quero ser seu jardineiro, de janeiro a janeiro, seu amor quero sentir.

Autor. Cícero Macros 

Cicero Marcos

Pura e Simplesmente Mulher

És a simplicidade da vida,
és a pureza da flor,
és tudo em meio ao nada,
és a expressão do amor.

És a beleza da criança,
com seu jeito infante,
és o olhar do futuro,
firme e confiante.

És a mão vigorosa que embala o berço,
Sua voz carinhosa é consolo e apresso.

És um sorriso da vida,
espalhando fé,
és aquilo que é,
pura e simplesmente mulher.

Autor: Cícero Macros
Feliz dia Internacional da mulher!
À esposa,mãe ,sogra e a todas as mulheres.

Autor: Cicero Marcos

Saudade.

Saudade é lembrança do passado,
que chega sem avisar,
e num instante alquebrado,
o coração quer se enganar.

Saudade é sentimento diferente,
que a razão não sabe explicar,
é dor que sem doer se sente,
mas que já não se quer curar.

Saudade é sentimento profundo,
que não se sente só uma vez,
e embora presente no mundo,
é privilégio do linguajar português.

Autor: Cícero Marcos

Cícero Macros

A busca

Há uma procura incessante na vida humana.
Um desejo de encontrar o inexistente,
para preencher o inexplicável.

Uma busca de se ter o que não se pode comprar,
para suprir o que não se sabe explicar.

Trabalha se muito para poder descansar,
num futuro distante,
que não se sabe se chegará.

Eu prefiro viver o presente,
este sabor diferente de se provar.
E já me dou por contente,
se amanhã ao sol nascente eu puder despertar.

Autor Cícero Marcos

Cícero Marcos

Detalhes da vida

A vida é feita de pequenos detalhes,
como o sorriso de uma criança,
a serenidade do olhar idoso,
ainda carregado de esperança.

A brisa da manhã,
o calor do sol,
as águas do rio,
um peixe no anzol.

O tic, tac da vida,
num coração pulsando,
o fechar dos olhos,
um pouco sonhando.

O despertar manhã
na expectativa,
de um cheiro de vida,
um pouco de vida a cada manhã.

É a corrida do conquistar,
ouvindo os passos da multidão.
que vai ao trabalho,
a algum lugar,
movido apenas pelo coração.

É a vida passando,
nesta amplidão,
é o hálito de Deus,
aquecendo o coração.

É a chuva que cai ,
e a vida que vem,
brotando da terra,
o sonho de alguém.

É alguém que semeia,
pra outro colher,
é o ciclo da vida,
a acontecer.

Autor. Cícero Marcos

Cícero Marcos

A brevidade da vida

Há quem diga que a vida e curta,
como um refrão de um repente.
Se é assim tão breve,
fica a cada minuto,
a morte mais perto da gente.


Por isso vivo o momento,
que o bom Deus me outorgou.
Não pense no amanhã !
Basta cada dia o seu mal,
ele mesmo assim me ensinou.

Autor: Cícero Marcos

Cícero Marcos

Via crucis

Havia sangue no caminho,
sangue,suor e lágrimas.
na via crucis,
um rei coroado de espinho.

Havia prantos na terra,
silêncio profundo no céus.
na via crucis,
um cordeiro vencendo uma guerra.

O mundo em dor,
Sombras de escuridão permeiam o céus.
Na via crucis,
homens matando o amor.

Ele caminha em dor,
não reprime a quem lhe ofende.
Na via crucis,
a redenção do amor.

o mundo assim escreveu,
Vida e morte na cruz.
Na sepultura,
a morte o conheceu.

O mundo se enche de luz,
numa manhã a romper.
A sepultura explodiu,
a Jesus não pode deter.

Glórias se ouve cantar,
nos portais de Jerusalém.
Arcanjos a receber,
o rei da glória que vem.

Autor. Cícero Marcos

Cícero Marcos

Primazia

É o início e o fim,
é a luz na escuridão,
que irradia em mim.

É o caminho,
a jornada,
é o tudo em meio ao nada.

Estava no ontem que passou,
e já habita o tempo que vem.
É o detentor da vida,
é Senhor da morte também.

É o sorriso da criança,
é a alegria de cada manhã.
Estava na infância dos velhos,
e está nas suas cãs.

Nunca teve início,
e o fim pra ele não vem.
Com seu dedo escreveu a eternidade,
é Senhor do início também.

Embora Senhor do universo,
envolto em raios de luz,
eu o vi tão sozinho,
trilhando um caminho,
carregando uma cruz.

E se quiser conhece-lo,
não precisa desvelo,
é só falar bem baixinho,
uma pequena prece a ele conduz.

Eu não sei viver sozinho,
venha habitar em mim,
meu amado Jesus.

Autor. Cícero Marcos

Cícero Marcos

Despertar

Abra os olhos vagarosamente,
veja a vida te convidando a viver.
A vida é criança perfeita,
que renasce a cada amanhecer.

O ontem levou consigo as oportunidades perdidas,
não se prenda a ele,
veja novas oportunidades,
sendo oferecida.

Se perdestes o tempo de um sonho que a circunstância lhe roubou,
a vida é mãe carinhosa ,
outro sonho lhe ofertou.

A vida é um presente,
que só se vive no presente,
não se sinta descontente,
com o que o ontem lhe roubou.

Autor. Cícero Marcos

Cícero Marcos

Devaneios

É o tempo que passa,
é a vida que vai,
qual as águas do rio,
que não voltam mais.

É o olhar sofrido,
do sonho perdido,
do sonho que o tempo,
deixou para trás.

É a criança escondida,
num corpo surrado,
que a mão da vida,
ajudou a surrá.

Que já não desperta,
do sono pesado,
por que o passado,
não pode voltar.

Autor: Cícero Marcos

Cícero Marcos

Pedras no caminho

Eu vi pedras no caminho por onde passei,
pedras de pedradas que recebi.

Eu segui firme sem parar e as deixei cair.

E elas são marcas de dores que vivi.

Eu vi pedras no caminho em que regressei,
pedras das pedradas que recebi.
Então refleti...

Elas, já não são mascas de dores,
são a prova, que eu venci.

Autor.Cícero Marcos

Cícero Marcos

-) SILÊNCIO E SOLIDÃO?

Apliquei o meu coração para desvendar os mistérios do silêncio e da solidão.

Compreendi que solidão não existe e o silêncio não persiste, pois eu ouvi meu coração.

Solidão é sentimento de quem anda vazio de planos, de sonhos para o futuro.

E o silêncio? Ah! O silêncio...
O silêncio produz um som que só em silêncio se pode ouvir.

Cícero Marcos

Combate a agressão à mulher,
incentivo a denúncia do agressor e
o direito da mulher de seguir em frente e ser feliz.

(Dia internacional da mulher, homenagem.)

Mulher ferida.

Vi no olhar um grito sufocado,
e a dor da alma,
maior que a do olho marcado.

Se isto é amor,
amor é sofrer,
este tipo de dor,
já não quer mais viver.

Foi um sonho que se despedaçou,
foi um lar que ruiu,
foi a dar que sobrou,
do amor que não viu.

Mas de novo levanta,
a vida é bem mais,
denuncia o agressor,
renuncia sua dor,
e segue em paz.

Autor: Cícero Marcos

Cícero Marcos

O amigo.

Amigo. Amigo é aquele que abre o coração, nos entrega a chave sorrindo e diz: “Fique a vontade, a casa é sua!

“Ele tem a vivacidade do sorriso que comemora nossas vitórias, a descrição do respeito que nos torna íntimos sem ferir a autoridade.

Ele sorrir quando sorrimos e não apenas chora conosco nos momentos difíceis, mas nos ajuda a achar uma saída para que possamos novamente sorrir.

Para todas as circunstâncias difíceis da vida DEUS preparou uma saída e para todos estes momentos um amigo presente.

Autor: Cicero Marcos

Cícero Marcos

Laço de fita amarela.

Qual laço de fita amarela,
a prender seus cachos reluzentes em noite bela,
preso está meu coração, ao seu amor que meus olhos revela.

Já não ha esperança de vida...
que vida teria eu?
Se minha vida é dela.

Perdido de amores está meu coração,
que à luz do luar se esfacela.
Preso no amor de seus cachos,no laço de fita amarela.

Autor: Cícero Marcos

Cícero Marcos