Biografia de Otto Lara Resende

Otto Lara Resende

Otto Oliveira de Lara Resende nasceu em São João Del-Rei, Minas Gerais, no dia 1 de maio de 1922. Desde criança mostrou interesse pela literatura. Estudou em sua cidade natal. Com onze anos iniciou um diário, que conservou até a adolescência. Quando terminou o curso secundário já tinha pronto um volume de contos.

Em 1938 mudou-se para Belo Horizonte. Em 1940 já publicava artigos no periódico O Diário. Publicava poemas em prosa, sob o título de “Poemas Necessários”, em jornais locais e cariocas. Em 1941 ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de Minas Gerais. Nessa época dava aulas de Português, Francês e História em um colégio local.

Formou-se em 1945 e seguiu para o Rio de Janeiro, começando a trabalhar na imprensa, na seção política. De 1946 a 1954 manteve intensa atividade jornalística, colaborando com O Globo, Jornal do Brasil, Zero Hora, Folha de São Paulo, entre outros. Foi também diretor da revista Manchete. Em 1949 foi nomeado secretário na Prefeitura do Rio de Janeiro e depois para Procurador do Estado da Guanabara.

Em 1952 publicou seu primeiro livro de contos, “O Lado Humano”. Em 1957 lança “Boca do Inferno”, também contos, onde aborda em sete histórias, o universo infantil. Em 1957, segue para Bruxelas, como Adido na Embaixada Brasileira. Em 1960, de volta ao Rio de Janeiro, passou a escrever com regularidade na imprensa, crônicas de sentido literário. Em 1962 publicou “O Retrato na Gaveta”, contos e novelas. Em 1963 publica o romance “O Braço Direito”, que recebeu o Prêmio Lima Barreto.

Entre os anos de 1966 e 1970 ocupou o cargo de Adido Cultural da Embaixada do Brasil em Lisboa. De volta ao Brasil, assumiu a direção do Jornal do Brasil. Em 1974 ingressou nas Organizações Globo, onde permaneceu por dez anos. Em 1979 é eleito para a Academia Brasileira de Letras, para a cadeira nº 39. Otto Lara Resende faleceu no Rio de Janeiro, no dia 28 de dezembro de 1992.

Acervo: 8 frases e pensamentos de Otto Lara Resende.

Frases e Pensamentos de Otto Lara Resende

A psicanálise é a maneira mais rápida e objetiva de ensinar as pessoas a odiar o pai, a mãe e os amigos.

Otto Lara Resende
68 compartilhamentos

Depois dos 50 , a vida precisa de um anestésico.

Otto Lara Resende
31 compartilhamentos

"Devemos a Graham Bell o fato de estarmos em qualquer lugar do mundo e alguém poder nos chatear por telefone."

Otto Lara Resende
14 compartilhamentos

A morte é, de tudo na vida, a única coisa absolutamente insubornável.

Otto Lara Resende

Todo cuidado é pouco com o tempo do verbo, quando se trata de um casal. Agora é, daqui a pouco já era.

Otto Lara Resende
Inserida por cidabelanga