Biografia de Napoleão Bonaparte

Napoleão Bonaparte

Napoleão Bonaparte nasceu em Ajaccio, Córsega, França, no dia 15 de agosto de 1769. Com 10 anos ingressou no colégio militar de Brienne. Em 1784 ingressou na Escola Real Militar de Paris. Com 16 anos, ascendeu ao posto de subtenente da artilharia.

Durante a Revolução Francesa, iniciada em 1789, Napoleão, fiel à monarquia e à disciplina militar, condenou a insurgência popular. Aos poucos, mudou de lado e passou a apoiar os jacobinos, em defesa dos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade. Nessa época, Napoleão realizava missões pelo interior da França.

Em 1794, não escapou da prisão em massa dos partidários dos jacobinos, apesar da patente de general-de-brigada, obtida na defesa de Toulon contra os ingleses. Com a intervenção de políticos amigos, sua prisão durou apenas 15 dias. Em 1795, já estava em Paris comandando a Guarda Nacional.

Diante da insatisfação da instabilidade social e política, os girondinos (partido da alta burguesia) aliaram-se a Napoleão. No dia 9 de novembro de 1799 (ou 18 Brumário, no calendário da República), por meio de um "golpe de Estado", Napoleão assumiu plenos poderes. Recebeu o título de "cônsul". Em 1804, fez-se coroar "imperador" com o nome de "Napoleão I". Nesse mesmo ano, foi promulgado o Código Civil Napoleônico, inspirado no direito romano, centralizando todo o poder em suas mãos.

Em seu império, Napoleão cercou-se de uma corte suntuosa que recebeu títulos de nobreza. Seus irmãos se tornaram monarcas de Nápoles, Holanda e Espanha. A ditadura foi implantada. Tentando transformar a França em uma potência industrial e destruir a prosperidade britânica, entrou em guerra com várias coligações militares lideradas pela Inglaterra.

Em pouco tempo, seu exército conquistou a Itália, os Países Baixos, a Polônia e vários principados da Alemanha. Em 1806 decretou o Bloqueio Continental contra a Inglaterra. Em 1812, seu exército invade a Rússia, mas encontra Moscou incendiada. Sem base de apoio, enfrenta um inverno rigoroso e a resistência do povo. Vencido, retira-se.

Em 1814, forças militares de vários países, liderados pela Inglaterra, invadem a França e chegam a Paris. Derrotado e sem apoio interno, Napoleão acabou renunciando ao poder. É então exilado na ilha mediterrânea de Alba. Em março de 1815, Napoleão foge de Alba e retoma o poder em Paris. É recebido pelo povo, insatisfeito com a restauração da monarquia.

Napoleão governa por cem dias, mas é definitivamente derrotado na "Batalha de Waterloo", na Bélgica, por tropas estrangeiras coligadas e comandadas pelo inglês Wellington. Napoleão foi preso e exilado na ilha Santa Helena, na costa Africana, onde morreu em 5 de maio de 1821.

Acervo: 121 frases e pensamentos de Napoleão Bonaparte.

Frases e Pensamentos de Napoleão Bonaparte

Quem teme ser vencido tem a certeza da derrota.

Napoleão Bonaparte
1.2 mil compartilhamentos

Todo o homem luta com mais bravura pelos seus interesses do que pelos seus direitos.

Napoleão Bonaparte
828 compartilhamentos

Cada hora de tempo perdida na mocidade é uma possibilidade a menos nos sucessos do futuro.

Napoleão Bonaparte
744 compartilhamentos

A História é um conjunto de mentiras sobre as quais se chegou a um acordo.

Napoleão Bonaparte
673 compartilhamentos

Nunca interrompas o teu inimigo enquanto estiver a cometer um erro.

Napoleão Bonaparte
524 compartilhamentos