Biografia de Mário Filho

Mário Filho

Mario Filho nasceu no Recife, Pernambuco, no dia 03 de junho de 1908. Era irmão do escritor Nelson Rodrigues. Em 1916 mudou-se com a família para o Rio de Janeiro. Em 1926 iniciou sua carreira jornalística ao lado do pai, Mário Rodrigues, então proprietário do jornal A Manhã", como repórter esportivo, um ramo jornalístico ainda inexplorado.

Entusiasta do futebol dedicava páginas inteiras à cobertura das partidas dos times cariocas. No segundo jornal, de propriedade de seu pai, revolucionou a forma de mostrar os jogadores e descrever as partidas, próximo do linguajar dos torcedores. Naquela época popularizou a expressão Fla-Flu.

Em 1931, com a morte do pai e o fim do jornal “Crítica”, Mário Filho criou o primeiro jornal brasileiro inteiramente dedicado ao esporte, “O Mundo Esportivo”. Nesse mesmo ano começou a trabalhar no jornal O Globo, ao lado de Roberto Marinho. Ajudou a tornar o futebol uma atividade de massas. Em 1936 comprou o Jornal dos Sports, que informou e formou gerações.

Em 1940, lutou para convencer a opinião pública carioca de que o melhor lugar para a construção do novo estádio seria no terreno do antigo Derby Club, no bairro do Maracanã, que em sua homenagem recebeu seu nome.

Como profissional de imprensa deixou um legado de dedicação ao jornalismo esportivo brasileiro. Como escritor, Mário Filho deixou uma vasta obra, como “Histórias do Flamengo”, “Viagem em Torno de Pelé”, entre outros. Faleceu no Rio de Janeiro, no dia 17 de setembro de 1966.

Acervo: 4 frases e pensamentos de Mário Filho.

Frases e Pensamentos de Mário Filho

Você pode pensar que não tem sorte ou que ela está apenas se acumulando para vir toda de uma vez.

Mário Filho

Viver é saber que você faz algo neste mundo para seu nome ser dito mesmo depois que você não puder mais ouvi-lo

Mário Filho
Inserida por mnestevao

Não é importante a quantidade amigos que você tenha. O importante é quantos deles se importam com você.
Mesmo as ações banais como um "Bom dia Fulano" ou um sorriso sincero que lhe é ofertado pode conter mais afeto do que uma diálogo efusivo e animado, oriundos de uma amizade situacional, motivada por interesses.
Crie seus laços não pelos rostos, mas sim pelo coração.

Mário Filho
Inserida por errai

Um Dia a Fome do Povo, Falará mais alto do que o Tilintar das Taças Palacianas!

Mário Filho
Inserida por mario33