Biografia de Jean de la Bruyere

Jean de la Bruyere

Jean de La Bruyère nasceu em Paris, em 1645. Formou-se em Direito na Universidade de Poitiers, dedicando-se por pouco tempo à advocacia.

Passou a ocupar o cargo de tesoureiro geral de França no Tribunal das finanças da Generalidade de Caen, mas revendeu o cargo, sendo nomeado preceptor do príncipe Louis de Condé.

La Bruyère sempre contestou os costumes dos homens de sua época e, por isso, passou a estudar e observar o comportamento de seus contemporâneos, a fim de propor uma reforma nos costumes que tanto o incomodavam.

O resultado de suas observações e estudos veio em forma de livro, “Os caracteres” é considerado o fiel retrato moral de todos os tempos. “Diálogos sobre o Quietismo”, sua segunda obra, ficou inacabada.

La Bruyère não criou um novo sistema moral, mas o retratou com fidelidade, além de satirizá-lo. Seus escritos lhe renderam prestígio entre os escritores franceses, sendo eleito como membro da Academia Francesa de Letras.

O escritor morreu em 1696, em Versalhes.

Acervo: 117 frases e pensamentos de Jean de la Bruyere.

Frases e Pensamentos de Jean de la Bruyere

Não se pode ir longe na amizade sem se estar disposto a perdoar os pequenos defeitos um ao outro.

Jean de la Bruyere
2.5 mil compartilhamentos

Quem afirma que não é feliz, poderia sê-lo com a felicidade do próximo, se a inveja lhe não tirasse esse último recurso.

Jean de la Bruyere
1.8 mil compartilhamentos

O homem que vive na indiferença, é aquele que ainda não viu a mulher que deve amar.

Jean de la Bruyere
427 compartilhamentos

Não há no mundo exagero mais belo que a gratidão.

Jean de la Bruyere
809 compartilhamentos

A falsa modéstia é o último requinte da vaidade.

Jean de la Bruyere
283 compartilhamentos