Biografia de Henry Fielding

Henry Fielding

Henry Fielding nasceu em Sharpham Park, condado de Somerset, Inglaterra, no dia 22 de abril de 1707. Descendente de família nobre arruinada, em 1726 inicia o curso de Direito em Leyden. Em 1728 muda-se para Londres, época em que encena sua primeira comédia, “O Amor sob Diversas Máscaras”.

Em 1930 apresenta as comédias “The Temple Beau”, “A Farsa do Autor” e “TomThumb”, iniciando com sucesso sua carreira teatral. Com 28 anos casa-se com Chorlote Cradock e passa a morar em Dorsetshire. Em 1936 retorna a Londres, Estreia com a peça burlesca “Pasquim”, com grande êxito.

Em 1737 o ministro inglês publica um decreto que restringe a liberdade dos autores teatrais, o que provocou o corte em suas peças. Nesse ano retorna ao estudo de Direito. Em 1939 funda o formal “O Campeão”, e no ano seguinte trabalha no Foro londrino.

Publica “Joseph Andrews” (1742), parodiando o romance Pamela de Richardson e “Miscelâneas” (1743). Nesse mesmo ano retoma a carreira teatral com “O Dia do Casamento”, sua última representação teatral.

Como juiz de paz estabeleceu-se no bairro de Westminster, em Londres. Em 1749 publica “Tom Jones, a História de um Enjeitado”, sob a assistência financeira do duque de Belford, Lyttleton e Ralph Allen. Em 1951 publica seu último romance, “Amélia”. Em 1954 viaja para Lisboa e escreve “Diário de Uma Viagem a Lisboa”, publicado postumamente. Faleceu em Lisboa, no dia 8 de outubro de 1754.

Acervo: 8 frases e pensamentos de Henry Fielding.

Frases e Pensamentos de Henry Fielding

Nunca confie no homem que tem motivos para suspeitar de que você sabe que ele lhe fez mal.

Henry Fielding
51 compartilhamentos

Se fizeres do dinheiro o teu deus, ele atormentar-te-á como o demónio.

Henry Fielding
26 compartilhamentos

Quase todos os médicos têm a sua doença preferida.

Henry Fielding

O dinheiro é tanto o fruto do demónio como a causa dele.

Henry Fielding

Nada pode ser exigido daqueles a quem nada se dá.

Henry Fielding