Biografia de Haile Selassie

Haile Selassie

Haile Selassie (Tafari Makonnen) nasceu em Ejersa Goro, Etiópia, África, no dia 23 de julho de 1892. Filho do Conselheiro e primo do imperador Menilek II foi educado em casa por missionários franceses. Em 1909 foi nomeado governador da província de Sidamo. Em 1911 tornou-se governador geral de Harrar. Exerceu um governo populista com ideias progressistas. Nesse mesmo ano, casa-se com a bisneta de Menelik II, tornando-se Ras (príncipe).

Em 1913, com a morte do imperador, sucede o trono o seu neto Lij Yasu, que não recebeu o apoio da população por sua estreita ligação com o islã. Em 1916, a Assembleia dos Nobres, junto com a Igreja Ortodoxa destituiu Lji Yasu, levando a filha de Menelek II, Zaudite a ser coroada imperatriz e Ras Tafari a ser designado Regente. Pouco a pouco, Selassie foi assumindo o controle do Estado, que dirigiu como um reformador e centralista. Em 1923 conseguiu que a Etiópia fosse admitida na Liga das Nações e no ano seguinte, acabou com a escravidão. Realizou pela primeira vez uma viagem oficial por diversos países.

Com a morte da imperatriz em novembro de 1930, Ras Tafari foi coroado imperador (negus) com o nome de Haile Selassie (O Poder da Trindade). Promulgou uma nova Constituição ampliando seus poderes e reduzindo o do Parlamento. Em 1935, depois da invasão italiana, Selassie exilou-se na Inglaterra, onde conseguiu ajuda para organizar a reconquista do país. No dia 30 de junho de 1936, realizou um memorável discurso na Liga das Nações.

Após sua volta, restaurou o regime centralista o que levou o empobrecimento das províncias mais distantes e favoreceu os interesses da etnia Amhara, a qual pertencia. Aniquilou qualquer tipo de oposição e consolidou um regime ditatorial, levando o país à decadência econômica a partir de 1960. Em 1974 foi derrubado por um golpe militar que instaurou um governo provisório de orientação marxista. Foi mantido prisioneiro em seu próprio palácio, onde viveu até seus últimos dias. Faleceu em Adis Abeba, Etiópia, África, no dia 27 de agosto de 1975.

Acervo: 6 frases e pensamentos de Haile Selassie.

Frases e Pensamentos de Haile Selassie

Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra.

Haile Selassie
90 mil compartilhamentos

Enquanto imperar a filosofia de que há uma raça inferior e outra superior o mundo estará permanentemente em guerra.

Haile Selassie
1.2 mil compartilhamentos

Enquanto a filosofia que declara uma raça superior e outra inferior não for finalmente e permanentemente desacreditada e abandonada; enquanto não deixarem de existir cidadãos de primeira e segunda categoria de qualquer nação; enquanto a cor da pele de uma pessoa for mais importante que a cor dos seus olhos; enquanto não forem garantidos a todos por igual os direitos humanos básicos, sem olhar a raças, até esse dia, os sonhos de paz duradoura, cidadania mundial e governo de uma moral internacional irão continuar a ser uma ilusão fugaz, a ser perseguida, mas nunca alcançada.

Haile Selassie
104 compartilhamentos

E igualmente, enquanto os regimes infelizes e ignóbeis que suprimem os nossos irmãos, em condições subumanas, em Angola, Moçambique e na África do Sul não forem superados e destruídos, enquanto o fanatismo, os preconceitos, a malícia e os interesses desumanos não forem substituídos pela compreensão, tolerância e boa-vontade, enquanto todos os Africanos não se levantarem e falarem como seres livres, iguais aos olhos de todos os homens como são no Céu, até esse dia, o continente Africano não conhecerá a Paz.

Haile Selassie
31 compartilhamentos

Nós, Africanos, iremos lutar, se necessário, e sabemos que iremos vencer, pois somos confiantes na vitória do bem sobre o mal.

Haile Selassie
19 compartilhamentos