Biografia de Charles Dickens

Charles Dickens

Charles Dickens (1812-1870) nasceu em Landport, no sul da Inglaterra, no dia 07 de fevereiro de 1812. Quando tinha dois anos, a família muda-se para Londres, e em 1816 para Chatham, de onde Charles guarda as melhores lembranças de sua infância. Em 1822, devido às dificuldades financeiras, muda-se para Camden Town, um bairro pobre de Londres.

Quando Charles tinha 12 anos, seu pai, como sempre às voltas com dívidas, foi encarcerado na prisão dos devedores, em Marshalsea. Essa época deixou marcas profundas em Charles, que foi obrigado a abandonar a escola e trabalhar numa fábrica, em troca de modesto salário. Quando seu pai salda as dívidas e reconquista a liberdade, Charles volta à escola. Com 15 anos termina a educação formal e emprega-se como office-boy.

Em 1833, começa a contribuir com pequenos contos para revistas. Em 1836, já é repórter de vários jornais e periódicos, com o pseudônimo de Boz, apelido de seu irmão caçula. Nesse mesmo ano, torna-se célebre com “The Posthumous Papers of the Pickwick Club”, obra publicada mensalmente, em forma de folhetim, num jornal, durante 20 meses. Em 1937, a obra foi publicada em forma de livro.

Charles Dickens escreveu 14 obras, todas publicadas em folhetins. Dickens era o mestre do suspense, do humor satírico e de horror, hora comovia o leitor, ora o fazia rir. Em muitos de seus romances, ele critica as condições econômicas e sociais da época, a vida miserável dos pobres e as condições deploráveis do trabalho das crianças.

Charles Dickens tornou-se o mais popular e humano dos romancistas ingleses, da era Vitoriana. Publicou: “Oliver Twist” (1837), “Nicolas Nickleby” (1838), “A Chistmas Carol” (1843), “David Copperfield” (1850), “Bleak House” (1853), entre outras.

Charles Dickens conheceu o sucesso, porém sofreu algumas amarguras: além do amor infeliz aos 19 anos, viu a morte prematura de seis de seus dez filhos e separou-se da sua mulher em 1858. Viveu com a atriz Ellen Ternan, que o acompanhou até seus últimos dias. Charles Dickens faleceu em Higham, Inglaterra, no dia 09 de junho de 1870. Seu corpo foi sepultado na Abadia de Westminster.

Acervo: 49 frases e pensamentos de Charles Dickens.

Frases e Pensamentos de Charles Dickens

Cada fracasso ensina ao homem algo que ele precisava aprender.

Charles Dickens
1.3 mil compartilhamentos

A amizade da mulher para com o homem é um beco sem saída, para o qual a empurrou o engano no amor.

Charles Dickens
738 compartilhamentos

Uma vaga noção de tudo, e um conhecimento de nada.

Charles Dickens
466 compartilhamentos

Nunca devemos envergonharmo-nos das nossas próprias lágrimas.

Charles Dickens
221 compartilhamentos

Qualquer pessoa é capaz de ficar alegre e de bom humor quando está bem vestido.

Charles Dickens
248 compartilhamentos