Biografia de Baden Powell

Baden Powell

Baden Powel de Aquino, conhecido como Baden Powell, nasceu em Varre-Sai, Rio de Janeiro, no dia 6 de agosto de 1937. Filho do violonista e sapateiro Lilo de Aquino e de Adelina Gonçalves de Aquino. Quando tinha quatro meses sua família vai morar no bairro de São Cristóvão no Rio de Janeiro. Com sete anos começa a aprender a tocar violão com seu pai. Com oito anos passa a ter aulas com Jaime Florence, o Meira.

Com 10 anos Baden ganha o primeiro prêmio para solistas de violão no programa Papel Carbono, de Renato Murce, na Rádio Nacional. Com 13 anos começa a ganhar seu dinheiro tocando em bailes e festas em subúrbios do Rio. Em 1955 passa a integrar o trio do pianista Ed Lincoln, que atuava no bar Plazza, em Copacabana. Frequentando o meio artístico, conhece vários músicos do samba e do choro.

Baden Powell fez várias parcerias, a primeira foi com Billy Blanco com quem compôs a música “Samba Triste” (1959). Mas foi com Vinícius de Moraes que formou a dupla que representou papel fundamental na música popular brasileira. A união do poeta com o violonista produziu grandes sucessos, como: “Consolação”, “Canto de Ossanha”, “Bom Dia”, “Amigo”, “Cavalo Marinho”, entre outras.

Com seus sambas cheios de balanço, logo foi reconhecido internacionalmente. Em 1962, Baden Powell fez sua primeira viagem à Europa. Morando em Paris, se apresentou durante dois anos na boate Bilboquet. Em 1968, o violonista vence a I Bienal do Samba em São Paulo, com “Lapinha”, feita com o compositor, Paulo César Pinheiro. Dessa parceria surgiram: “Cancioneiro”, “Samba do Perdão”, “Meu Réquiem”, “É de Lei”, “Refém da Solidão”, “Aviso aos Navegantes” etc. O violonista faleceu no Rio de Janeiro, no dia 26 de setembro de 2000.

Acervo: 8 frases e pensamentos de Baden Powell.

Frases e Pensamentos de Baden Powell

Muitas pessoas devem a grandeza de suas vidas aos problemas que tiveram de vencer.

Baden Powell
54 compartilhamentos

O melhor meio para alcançar a felicidade é contribuir para a felicidade dos outros.

Baden Powell
113 compartilhamentos

Diante de cada Homem, abrem-se dois caminhos: o do egoísmo ou o do Serviço.
Cada um terá que escolher por si próprio qual será o verdadeiro lema. O egoísmo é mais cómodo; o Serviço envolve sacrifício.
Se um indivíduo não é capaz de se sacrificar, não tem direito de se chamar Homem.
Mas se se sacrifica para servir, exprimindo da melhor maneira possível o seu amor, pode estar certo de que a vida será para ele um bem muito real, cheia de Felicidade”.

Baden Powell
161 compartilhamentos

Se você acha que é possível ter uma vida perfeita, viverá em eterna frustração. Altos e baixos, alegria e tristeza, entusiasmo e decepção são partes integrantes da nossa existência. Lute sempre para melhorar e alegre-se com suas conquistas. "Muitas pessoas devem a grandeza de suas vidas aos problemas que tiveram de vencer."

Baden Powell
89 compartilhamentos

Creio que Deus nos colocou nesta vida para sermos felizes.

Baden Powell