Trago

Cerca de 687 frases e pensamentos: Trago

O sorriso é meu cartão de visita, o trago sempre estampado nos lábios.

Edna Frigato
2 compartilhamentos

Eu sou como um jornal. Tenho meus dias, meus meses, meus anos, sejam eles bons ou ruins. Trago sempre comigo notícias, sejam elas de inverno ou jardim. Anuncio um mês e um ciclo, sou também preto e branco e quando me dão liberdade fico parte colorido. Muitos me dão valor, outros ainda darão. Alguns já se foram, outros ainda se vão. Tenho curiosidade, mergulho em qualquer assunto, qualquer música, em qualquer mundo. Viveremos em Marte se é que o mundo acabou. Sei que vivo no mundo da lua quando sozinha estou. Os caminhos percorro ao encontro sempre de algo a fazer. Ser feito e ter feito são dois obstáculos a vencer. Procuro um futuro velho, de alguem que ainda tem que viver. A vida está aqui em mim, por onde ando, caminhos sem fim. Quase sempre na mesma fonte, Verdana, me chame assim, no início meio esquisita no fim só tem olhos pra mim. To sempre bem arrumada, cabelo cortado e unha feita, sapato de salto e vestido de seda. Tudo pra viver como eu sei, nesse mundo guerreiro e aflito. Impresso em mim só não está se parecer não ter soluções. Pra tudo eu tenho quem apóie: mãe, pai, tio e doutor, aquele que eu não conheço, aquele de quando é dor. Vai que sem rumo eu rasgo no meio da rua do Ouvidor. Vou me mudar pra outro estado com aquele que me encontrou. É essa minha vida de riscos, acho que não sei viver, porque se eu soubesse, teria de estar com você. O perdi em alguma outra rua, num beco, em algum museu. Não sei como você esta, se serve pra peças frágeis, segura pra não quebrar. Você é uma página perdida na multidão, mas quem sabe um dia ainda acho, o mundo não é grande não. Uma página de esportes, onde estaria você? Espero que esteja na sorte, aquela que um dia vou ter. Um dia a gente morre, um dia a gente tem que morrer. Extinção dessa nossa espécie, substituida por PC. Aqueles robôs que se mexem, só sei que não sao meus irmãos, porque se meus irmãos fossem, não custariam um tustão. A vida sempre acaba, de um jeito e de outro também. Os ricos não sabem de nada, quem sabe é o povo que tem. Tem o papel preto e pranco, papel de jornal vai e vem. O rico só sabe de esquerda, egoísmo é só o que tem. Jornal, papel fino e sábio, sabe do valor que ele tem, que move o mundo de cima, quer conhecê-lo também. Só quer ser colorido, encontrar o esporte perdido e nesse mundo notar o que tem de sempre ser lido.

Manuela
2 compartilhamentos

Vives no meu mundo de sonho, nele trago para mais perto e pinto na tua partitura todas as notas que não te posso oferecer...

Miguel Carrasco
2 compartilhamentos

Não te trago flores, por que, elas secam e caem ao chão. Te trago os meus versos simples mais q fiz de coração...

Narrayana
2 compartilhamentos

E esse gosto de "quase" que trago na boca chega a ser amargo, de tão doce.

Flávia Brito
2 compartilhamentos

Nem vou lhe cobrar pelo seu estrago… Ressentimentos, não trago. Inimizades não maltrato, reciclo. E sigo outra estrada.

Kara Ystúpido (Thúlio Jardim)
2 compartilhamentos

Olha amor, vê como eles mergulham fundo e vão mais longe pra te ver. Só trago comigo a certeza de que o tempo sempre muda, os ventos sempre transitam e um dia desses você vai ter que voltar. Vai cair em si e ver que a sua próxima terra firme já é um território meu. Mas até lá o amor já terá me dado tantos caldos que eu estarei te esperando, exausto, com o pé na beirinha d’água, jogando pedrinhas que nem ferem mais o mar.

Desconhecido
2 compartilhamentos

O que trago dentro de mim é meu maior tesouro.

Felipe Gallesco
2 compartilhamentos

Do meu tempo de infância trago muitas histórias engraçadas contadas pelo meu velho pai. Com o passar do tempo, descobri que eram histórias que renderiam muitos ensinos em meus sermões, por isso hoje em dia, eu faço uso de muitas delas. Como essa por exemplo,

Na década de setenta, meu pai foi enviado como missionário para o estado do Mato Grosso, trocávamos o conforto de uma linda cidade no sul do Brasil por uma aldeia indígena na selva do norte do país. Da linda igreja onde ele era pastor, levamos apenas os hinos cantados pelo organizado grupo de louvor que participávamos. A chopana construída para a “igreja”, era o lugar que se reuniam nossa familia, alguns índios que entendiam o nosso idioma e Jesus.

Com o passar dos anos a civilização foi se aproximando de onde estávamos, e como eram terras do governo, as pessoas se apropriavam de grandes somas de áreas derrubando o mato para construir pastagens, dizia-se que sua fazenda poderia ser do tamanho que seu dinheiro conseguisse comprar em arame para cercar, e isso era feito com voracidade pelo povo que vinha do sul determinado a mudar de vida no “El Dorado” matogrossense.

Mas, logo o governo resolveu acabar com a festa dos novos ricos, e funcionários do INCRA, começaram a visitar fazenda por fazenda, o governo queria saber a exatidão de cada área “grilada”, para que fosse cobrado impostos e assim legalizar as propriedades. Numa dessas visitas, chegaram a um velho fazendeiro e comunicaram o início das medições, mas foram recebidos com uma espingarda carregada até o dedo no gatilho e apontada para o funcionário armado apenas com uma caneta e uma planilha, nesse caso, venceu o fazendeiro que orgulhoso de sua valentia acompanhou com o olhar o carro sumindo na estradinha da fazenda.

Não demorou muito para voltarem acompanhados por um distinto senhor com uma credencial nas mãos, era um Oficial de Justiça com ordem do juiz da cidade para prender quem oferecesse qualquer tipo de resitência àquela determinada tarefa, – Bom, nesse caso diz o velho, vocês podem ficar a vontade, sinal de que o carteirasso surtiu efeito fazendo o fazendeiro mudar de opinião.

Ao entrarem nas terras, foram recebido por um touro bravo que parecia também não querer que as terras fossem medidas, e fez os visitantes voltarem com a língua de fora pedindo socorro ao velho fazendeiro, -Por favor diziam eles, prenda esse touro porque não conseguiremos trabalhar com ele solto no pasto!

O velho sentado na varanda da casa pacientemente respondeu ao Oficial, -Ué!! porque o senhor não mostrou a carteirinha para o boi? Vai resolver com ele, isso não é problema meu seu “dotô”!!

Fico aqui pensando nos tipos de pastores de hoje em dia, munidos de suas credenciais querem fazer a obra de Deus pensando que o diabo tem medo de carteirasso, Autoridade Espiritual se adquire com joelho no chão e propósito com Deus. Curso para ministro até tem suas utilidades, mas achar que ao concluir e se afiliar a determinadas organizações fará de alguém autoridade espiritual é perda de tempo(…) Vá mostrar carteira para o diabo pra ver se ele respeita!!! Quero ver respeitar. Nem boi respeita.

Eliseu Soares
2 compartilhamentos

“Com palavras construo sonhos, e com eles trago você de volta.Por isso escrevo!”

Tales dejard de mendonça
2 compartilhamentos

Quantas lições conheço,
sem sequer saber o começo,
ou qual o enunciado.

Só sei que trago comigo a lição
de sempre ter em meu coração
Amor, e de sempre ter amado

Amor de amigo,
Amor de marido,
Amor de pai.

Pai, me ajuda a saber
Como poderia fazer
Para ser amado.

jokaluz
2 compartilhamentos

Eu trago maravilhas do amor nos olhos meus.
Basta pensar em vc ,a mulher que amo e minha vida se transborda de alegria .
Tenho sido teu todos os segundos da minha vida.
E quando não estou pensando em vc é porque vc esta dormindo em meu coração,então fico quietinho para não te acordar e te manter preservada quente e adormecida..
Amo vc anjo..

Denis
2 compartilhamentos

Eu trago essa flor pronta pra desabrochar
Eu trago esse dor pronta para esquecer
Eu trago meu ombro se você precisar
Eu trago promessas só pra ver você cobrar

Eu vejo o invisível pra você
eu finjo que deixo você me ler
E posso nunca ter razão
por ser um impossível não

Hoje o dia nasceu tão bonito
Hoje eu to tão de boa

Andressa Rodrigues Revoredo
2 compartilhamentos

Ninguém jamais saberá o que trago por trás do meu olhar. Meu olhar não tem Superego, é Id puro!

(Flávia Abib)

Flávia Abib
2 compartilhamentos

EU ÁFRICA

Acorrentado pela escravidão...
Tenho marcas, sou marco,
Na face trago traços,
Sofrido negro afro.

Acorrentado pela escravidão...
Refém do fenótipo, nasci no cortiço,
A dor me traga, é tanto sacrifício,
Nada me revigora, resta-me o vício.

Acorrentado pela escravidão...
Agonizando eu sigo ermo,
E sinto a falsa liberdade num terno,
Preso no aflitivo quilombo hodierno.

Acorrentado pela escravidão...
Minhas ideias: estanques,
A morte: um baque,
Então suspiro ao som dos atabaques.

Acorrentado pela escravidão...
Venho do Saara, aro a seara,
E enquanto a ferida não sara,
Jogo minha capoeira odara.

Acorrentado pela escravidão...
Com açoite, os senhores tolhem,
E enquanto a dor não aboli,
Meu ópio é o folclore.

Acorrentado pela escravidão...
Minha sina é rastejar,
Na lavoura a dançar,
Dois pra lá, dois pra cá.

Acorrentado pela escravidão...
Conquisto a alforria,
Viro escravo da alegria,
Minha prisão: a fantasia.

Acorrentado pela escravidão...
Perdido, mergulho em teu mar,
Afogo-me em teu branco olhar,
E encontro-me em tua íris negra.

Acorrentado pela escravidão...
Tenho meus desejos cerceados,
Tenho o meu samba censurado,
Mas não calo: sangro os meus versos calejados.

Cássio Jônatas
2 compartilhamentos

Na mão levo o chimarrão,
E mil segredos trago no coração.

Milena Corrêa
2 compartilhamentos

Nada sou, nada posso, nada sigo.
Trago, por ilusão, meu ser comigo.
Não compreendo compreender, nem sei
Se hei de ser, sendo nada, o que serei.

Fora disto, que é nada, sob o azul
Do lato céu um vento vão do sul
Acorda-me e estremece no verdor.
Ter razão, ter vitória, ter amor.

Murcharam na haste morta da ilusão.
Sonhar é nada e não saber é vão.
Dorme na sombra, incerto coração.

Fernando Pessoa
2 compartilhamentos

Sou apenas uma mulher
Como tantas outras
Sim, sou apenas uma mulher.
Trago comigo sonhos e desejos
Dores e desamores
Amores e desilusão
Trago comigo segredos
Nem sempre o que falo é o que eu queria
Nem o que sinto o que gostaria de sentir
Às vezes sou tão forte
Pinto meu nome numa águia que voa
Às vezes sou frágil que nem uma flor
Já fiz e refiz castelos
Já chorei e sorri de emoção
Já fingi nada sentir
Já amei mais do que acharia que pudesse
Talvez hoje eu pudesse parar de cantar um canto
Deitar e dormir simples e por muito tempo
Sim. Eu poderia!
Mas não quero.
Sou dona das minhas canções
Sigo e escolho o caminho que devo pisar
Nessa estrada sei que ainda tenho muito a fazer
Sei que ainda vou sonhar gritar e amar, amar perdidamente.
Mesmo que venham tempestades
Mesmo que eu me cerque de espinhos
Mesmo que às vezes me perca no caminho
Vou seguir e lutar
Chorando sorrindo
Perdendo ganhando
Vivendo amando
Sonhando tentando
Porque eu escolho viver e ser feliz!

___ Lene Dantas

Lene Dantas
2 compartilhamentos

Trago em minha alma
a alegria melancólica de uma festa de despedida.
Se você me der a mão,
sairemos pelas ruas, à noite, sob a luz das estrelas
e sem destino.
Vamos rir bastante, aprontar um pouco,
e viveremos doces momentos juntos.
Mas também nos despediremos,
e saberemos que não será até logo,
mas porque nossas almas se encontraram
e se fundiram,
também saberemos que não será um adeus:
eu viverei em você,
e você viverá em mim.

Augusto Branco
2 compartilhamentos

A loucura estabelece um gênio.
A dúvida ocasiona a sabedoria.
O Verbo fez-se carne.
A vida tragou a morte.
É um absurdo demasiado;
Mas é o que me faz ser ousado.

Brenon Salvador
2 compartilhamentos