Rodrigo Sandri

Cerca de 6518 frases e pensamentos: Rodrigo Sandri

Aquele que gosta de ser adulado é digno do adulador.

A ação cura o medo. Se ficar pensando muito, "vou ou não vou, faço ou não faço", você alimenta o medo. Se a ação é consistente com suas metas, então aja!

(Do livro: O sucesso está em suas mãos)

Sopra o vento
Segura-te borboleta!
Na pétala da flor.

Soneto de despedida

De repente, do sol fez-se tempestade
A serenidade do dia ensolarado tornou-se vento violento
E da mesma forma a felicidade se converteu em sofrimento,
Como a segurança de ter-se um amor ao lado, saudade.

De repente, a bondade transformou-se em maldade,
E toda história de amor, não passou de um romance de cinema
E tudo isto virou saudade,
E a saudade virou verso, rima e poema.

E de repente o verdadeiro amor acaba num dilema
Os dois amantes separam-se como a clara da gema
E transforma-se em poema.

Fez-se da proximidade, a distância
Fez-se de um romance, um amor sem importância
De repente, tudo de acaba como a infância.

(interpretação de "Soneto de separação", de Vinícius de Moraes).

Asa quebrada
da triste gaivota
sonho de voar!

Se o seu sorriso for especial, lembrarei que sua beleza está totalmente focada nele.

"O idiota fala, o tolo discute, o sábio escuta..."

Los Hermanos - Sentimental
Rodrigo Amarante
O quanto eu te falei que isso vai mudar
Motivo eu nunca dei...
Você me avisar, me ensinar,
falar do que foi pra você, não vai me livrar de viver
!

Quem é mais sentimental que eu?!
Eu disse e nem assim se pôde evitar...

De tanto eu te falar, você subverteu
o que era um sentimento e assim fez dele razão...
pra se perder no abismo que é pensar e sentir

Ela é mais sentimental que eu!
Então fica bem...
...se eu sofro um pouco mais...

"Se ela te fala assim, com tantos rodeios, é pra te
seduzir e te ver buscando o sentido daquilo que você
ouviria displicentemente. Se ela te fosse direta, você
a rejeitaria."


Eu só aceito a condição de ter você só pra mim
Eu sei, não é assim, mas deixa eu fingir... e rir.

Ana minha irmãzinha… Continuo com febre em Gramado, é o quinto dia já sem ver a Julia, com o Rodrigo sozinho, coitado, tendo que se virar, mas mesmo assim de algum modo eu fico tranquila, pois não pode existir nesse mundo um pai melhor pra ela, não que ele saiba tudo, ao contrário, tem tanta coisa que ele não sabe, toda hora ele escreve ou liga querendo saber como dá o banho, como dá a sopa, como tratar a assadura, como botar pra arrotar; mas mesmo sem saber tanta coisa, ele sabe o principal… que é amar a filha acima de tudo, e se comprometer com esse amor.
Como é que se faz uma festa sem você Ana? Eu me fiz essa pergunta enquanto preparava os doces, entregava os convites, enchia os balões de gás, inventava as brincadeiras. Como é que se dá uma festa sem você minha irmã? A resposta é simples: Não se dá, pois você esteve ao nosso lado o tempo todo, em cada sorriso da Julia, em cada criança correndo cheia de vida, em cada laço colorido de presente que chegava prometendo uma surpresa boa.
Essa festa serviu para comemorar, mais que tudo, a sua coragem em ter presenteado esse mundo com a Julia.
Essa festa foi uma homenagem á sua vida… a vida que brinca, que sorri, ta cada dia mais linda, mais doce, mais parecida com você.
A Julia deu seus primeiros passos dois messes depois de completar um ano de idade, em uma quinta-feira de céu azul no meio do parque, ela me olhou espantada como se não acreditasse no que tinha acabado de acontecer.
A Julia teve a sorte de ter algo que nós duas não tivemos Ana… um Pai! Um pai maravilhoso, que apesar da correria entre a faculdade e o trabalho fez questão de estar presente no primeiro dia de aula da filha.
Ontem foi a primeira festa Junina. A vovó fez questão de encomendar o vestidinho dela sob medida. E você sabe que eu não sou de contar vantagem, mas a Julia era a caipirinha mais linda da festa, sem brincadeira, todo mundo se virava pra olhar.
Nos últimos tempos Ana, a Julia deu pra me chamar de mãe, que me deixou triste e feliz ao mesmo tempo, mas principalmente confusa. O Rodrigo e eu fomos até uma psicologa que disse que era pra gente deixar, mas sempre explicando que ela tem uma mãe de verdade e outra mãe de criação, e que as duas amam ela pra valer.
Dizem que na vida a gente se acostuma com tudo… Não é verdade! Anos se passaram e eu não me acostumei. Ninguém esquece uma saudade, nem substitui um amor. Nessas datas então, como eu poderia não me lembrar.
Ainda sim no aniversário da Julia eu sabia que era eu quem estava recebendo o melhor presente… um presente de uma irmã tão generosa, que antes de ir embora deixou uma parte dela comigo, pra que eu nunca me sentisse sozinha, para que a saudade não me matasse.

Me conquistar é complicado, me ter é destino, me amar é inevitável, me perder é um risco, me esquecer? Tenta que eu quero ver!

Novo Amor
Procuro um amor novo amor com quem possa ter ressonâncias... num encontro pleno de respeito, cumplicidade e parceria. Alguém com quem seja possível dividir alegrias, delicadezas e alguns sonhos... não muitos, mas o suficiente para continuar a criar a magia do amar... e ser amado.
Busco assim por você que tenha leveza de alma e espírito, com total disponibilidade afetiva, que goste de viver a vida e que queira verdadeiramente um grande amor repleto de aventuras.
Nâo precisa ser um amor zero quilômetro, mas tem que ser dos bons. Daqueles de ter vontade de acordar mais cedo para levar café na cama, de ligar no meio do dia para dizer que sentiu saudade, de fazer bobagens, escrever bilhetinhos, fugir na madrugada em busca do desconhecido... um amor que não precisa durar para sempre mas que "seja infinitamente bom enquanto dure."
Procuro um amor que seja fiel e honesto, que saiba contar piadas e sussurrar no meu ouvido palavras gostosas para antes e depois do amor.
Procuro um amor que saiba viver sozinho, que invada meu mundo devagarinho e me convença que vale a pena ficar.
Procuro um amor quentinho... daqueles que não grudam na pele no verão mas que aquecem que nem edredom quando chega o inverno. Amor de dormir agarrado, de dançar colado e beijar na frente de todo mundo.
Procuro por fim um novo amor, uma companheira que seja minha amiga e minha amante, que goste de pipocas em tardes de chuva, e que queira andar de mãos dadas comigo pela vida.

Eu sei é um doce te amar, o amargo é querer-te para mim.
(Los Hermanos, música: Condicional)

O ego vai te levar longe
E vai te deixar lá, sozinho

Rodrigo Domit
Vem cá que eu te conto

Pra chegar até aqui

Já não sei quantas folhas gastei
Quantas rimas inventei, tentei e remendei
Para que pudesses ouvir
O amor que sinto por ti.

É difícil compactar
O mais belo dos sentimentos
Em simples versos.
São versos simples,
Que a cabeça transmite à mão
O que meu insano coração não consegue resumir.
Se ele tivesse vida própria
Pularia do meu peito
e iria a ti,
Para ver os teus olhos,
Os quais conseguiram me seduzir.

Eu só aceito a condição de ter você só pra mim.
Eu sei, não é assim, mas deixa eu fingir e rir.

Com cães nós aprendemos o que é amor incondicional, e com gatos o amor-próprio.

Minha Eterna Namorada

Namorar é nunca cansar de dizer te amo
É ter que descobrir os gostos dela sem que ela os diga
É sentir aquele arrepio quando você sabe que ela esta por vim.

É sentir aquele cheirinho do perfume que ela sempre deixa
na camisa suada daquela noite de ontem
É dizer que o amor que sinto por ela é maior que qualquer coisa
que possa comparar.

É sentir o coração bater mais forte quando ela diz-te amo.
Namorar é aprender a dar valor as coisas boas que a vida te oferece
É o desejo incontrolável de tocar tua pele, beijar tua boca, de te encher
de carinhos e de te amar sem te enjoar.

É dar aquele abraço apertado quando sinto saudades
Por isso meu amor quero sempre te namorar, sempre te amar
Minha eterna namorada.

Eu sei é um doce te amar...
O amargo é querer-te pra mim.
(Los Hermanos, música: Condicional)

Um brinde ao acaso. Um brinde ao que deu certo, ao que não deu em nada. Um brinde ao caminho incerto, à pessoa errada. Um brinde à tudo que acontece, um brinde ao que nunca vai acontecer. Tudo que mudou, e a tudo que nunca vai mudar.

“Porque pensar demais faz a gente desistir. O que enlouquece é a certeza, não a dúvida. Pensar demais faz a gente pensar besteira.”