Perda de um Bebê

Cerca de 2223 frases e pensamentos: Perda de um Bebê

A dôr da perda é inplacavél...como uma flecha, só quem um dia perdeu pra saber o estrago que fica no coração...

Rubao
385 compartilhamentos

Não lamente a perda do que vc possuiu em suas mãos, mas sim a perda daquilo que um dia tocou sua alma...

Suzi Rocha
34 compartilhamentos

Dizem que o tempo cura todas as feridas, mais quanto maior é a perda mais profundo é o corte. E mais difícil é o processo pra ficar inteiro novamente. A dor pode desaparecer, mais as cicatrizes servem como lembrete do sofrimento. E o deixam preparado, para nunca mais ser ferido. Enquanto o tempo passa nós nos perdemos em meio as distrações. Agimos por frustração. Reagimos agressivamente. Entregamo-nos à ira. Durante todo o tempo tramamos, planejamos e esperamos ficar mais fortes. E sem que percebamos, o tempo passa e estamos curados, prontos para começar de novo.

Niklaus Mikaelson
36 compartilhamentos

É assustador como tudo pode dar errado tão rápido. Às vezes, precisamos de uma grande perda, para nos lembrarmos do que realmente importa. Às vezes, ficamos mais fortes. Mais sábios, e melhor equipados para o próximo desastre. Só que, às vezes, nem sempre.

Meredith Grey
70 compartilhamentos

Não te zangues pela perda,alegra-te antes,pois uma perda pode ser inicio de um encontro

ernestina ribeiro
10 compartilhamentos

Não se imortaliza a perda escrevendo sobre eles.

John Green
30 compartilhamentos

Ruim não é a mentira em si, mas a perda da confiança que vem com ela.

Thais Japa D
518 compartilhamentos

Falta é Falta, Perda é Perda. Falta é pra se sentir e perda para ser aceita. O desapego é o melhor remédio, assim como a péssima memória, se aquilo que perdera não vale o seu suor e suas lágrimas, então, siga a força dos ventos e caminhe sempre para frente sentindo falta dos bons momentos e aceitando a perda pelos maus.

Claudimar Maia
32 compartilhamentos

A melhor professora da vida é a humildade. Ela nos ensina a reconhecer nossos erros e a pedir perdão.

Sergio Bezerra da Silva
247 compartilhamentos

Perda

A verdadeira perda é quando nos perdemos em meio a promessas, sonhos e falsas esperanças..."

fenix celestial
45 compartilhamentos

O dicionário define pesar como sofrimento ou tormento mental aflitivo, por uma perda, mágoa lancinante, tristeza profunda. Como cirurgiões, como cientistas, vão nos ensinar a aprender com os livros e como confiar em suas definições, suas conclusões, mas na vida definições precisas raramente se aplicam, na vida o pesar pode parecer com um monte de coisas que guardam apenas uma pequena semelhança com tristeza profunda.
O pesar pode ser uma coisa comum em todos nós mas age diferente em cada um. Não é só a morte que traz o pesar, é a vida, a perda dela, as mudanças. E quando a gente pensa porque que tem que ser tudo tão sofrido, por que que machuca tanto o que a gente não pode esquecer, é que tudo vira de uma hora para outra. É assim que sobrevive quando machuca tanto a ponto de você não conseguir respirar, é quando você sobrevive!
Quando você se recorda de um determinado dia, de alguma forma impressionante, você não se sente do mesmo jeito, não dói tanto assim. O pesar vem pra cada um no seu tempo, do seu jeito. Então, o melhor que se tem a fazer, o melhor que qualquer um tem a fazer, é tentar ser honesto. O pior disso tudo, a pior parte do pesar, é que a gente não se controla, o máximo que podemos fazer é saber quando o pesar vai chegar e deixar ele ir embora quando pudermos. Mas o pior mesmo é quando você acha que passou e começa tudo de novo e sempre toda vez você se surpreende.
Existem 5 estágios de pesar, eles são diferentes para cada um, mas são sempre 5: Negação; Raiva; Barganha; Depressão; e Aceitação.

Meredith Grey
7 compartilhamentos

Querida Solidão,

...é inevitável, é incômodo e insuportável. Essa sensação de perda, frustração e incapacidade. É o medo, é a realidade e a conformação de que não há nada a se fazer além do óbvio. Isso nunca me agradou apesar de eu já estar acostumada, acho que a minha forma de estar acostumada é errada, talvez eu não deva me acostumar. Penso em maneiras de fazer isso parar, dar um fim nisso, mas eu entrei num caminho que ou eu fico incomodada todos os dias e noites, ou eu sofro por horas, todos os dias.
Às vezes me pergunto por que eu abri mão de você, minha Solidão, da minha dependência de você, já que eu não tinha que lidar com mais nada que não fosse você. Agora, tenho que aprender a lidar com a Paciência, com o Sofrimento, com os dias se arrastando e a sensação que nada que eu faço aos outros seja suficiente.
Devo desculpas à você, Solidão, que me acolheu sem pedir nada em troca além da minha presença. Deixei-a para viver uma vida que eu não sabia no que ia dar, e sinceramente, sinto falta de você do meu lado. Me desculpe, Solidão, por ter trocado você pela Ilusão. Espero que possamos ficar juntas de novo, um dia, mas por enquanto eu estou apaixonada pela Ilusão e não consigo sair disso, espero que você possa me perdoar.

Eduarda Morgado
17 compartilhamentos

Não tente me entender sempre, seria uma grande perda de tempo.

Matheus Chaves
20 compartilhamentos

A vida as vezes nos priva cedo demais do convívio daqueles que amamos. A maior lição dessas perdas, talvez seja descobrir que o amor é um lçao que nos uni para sempre.

Tina Lopes
74 compartilhamentos

O que mata um homen de verdade não são as guerras nem os conflitos, mas sim a perda de um grande amor...

Flavio brazuca
30 compartilhamentos

"Na perda de alguém que amamos,nossas atitudes passam a ser reflexos de nossas vontades,daí,controlar nossos impulsos,pode parecer reprimente,porém revela até onde vai,nosso domínio sobre nós mesmos."

Benedito Raimundo da Cunha.
21 compartilhamentos

Amamos tanto
E a perda é cotidiana e infinita.

Hilda Hilst
30 compartilhamentos

A Perda de um Filho(a)

É da semente do amor que floresce a saudade...
É da colheita do fruto que surge algo que chamamos de laços.
E é quando a vida os desata que chamamos de perdas.
Perdas irreparáveis.
Perdas que não têm nome.
Dor que dói só de pensar.
Dor que um dia ouvi ser equiparada a um parto inverso.
Devolver o filho(a). Sem ao menos nos perguntar se damos essa permissão.
Lágrima que não sai. Choro que nos falta o ar.
Medo de viver.
Medo que o medo nunca saia de nosso coração.
Medo do medo.
Vontade louca de voltar segundos, ou talvez milésimos dele, para gritarmos para nosso filho(a): saia daí! , ou desvie o carro, ou não ande por essa rua.
Mas nada é possível.
O chão é roubado, o coração parece parar, e borboletas voam angustiadas pela nossa alma.
O sonho de que tudo seja mentira. Que a notícia recebida foi engano. Que o nome dito era homônimo.
A mentira se faz verdade.
O nome querido pensado com tanto carinho antes mesmo do nascimento, é trocado por alguém que já o chama de “corpo”.
Seu leito se torna forrado de flores, flores estas que sonhávamos para sua formatura ou casamento. E agora o acompanha para emoldurar seu semblante que parece estar em um sono profundo.
Olhos que não abrem mais. Mãos que não nos afagarão mais. Voz que não nos dirá que está com fome ou que quer aquele doce que só você sabia fazer.
O momento de dor intensifica. A cena nos tortura, ao invés de nos acalmar. Ele(a) ainda está aqui, mesmo que já não mais em vida.
Mas é hora do último adeus.
Devolver o filho(a) tão amado e esperado(a).
Devolver o que não quer ser devolvido. E uma multidão de abraços e consolos nos afaga, tentando nos distrair desse momento que não tem como reverter.
E uma procissão de familiares, amigos e curiosos, acompanham sua partida.
A cabeça meio que atormentada nos impulsiona a dar o último beijo, o último afago, e vem a frase: Vá com Deus, filho(a) amado!
O quarto do filho(a) se esvazia de tudo.
As coisas ficam; as roupas fora do armário, o computador ainda aberto, anotações e sonhos ainda por realizarem.
O armário insiste em deixar o cheiro do ser amado, tentando nos convencer de que ele saiu e logo volta.
As gavetas nos revelam tantos pertences, tantos bilhetes e tantas lembranças...
E a foto do porta retrato, que antes enfeitava o quarto, se transforma em altar sagrado da triste lembrança de que tudo realmente aconteceu.
Mas alguma coisa surge em nosso interior. Um vazio que nos invade. E a sensação de estarmos anestesiados começa a tomar ciência de nossa realidade.
E esse estado de torpor, tenha certeza, são lenitivos de Jesus, tentando acalmar os corações dilacerados, mas amparados.
Ele nunca desampara um filho, ainda mais nessa hora; hora essa que Jesus também fez passar sua Mãe, quando O retiraram da cruz e O colocaram em seus braços.
Ele sabe de tudo. Ele sabe o que aconteceu e o que irá acontecer.
Ah, se pudéssemos ver o trabalho de Deus nesse momento...
Se pudéssemos ver Deus tomando em Seu colo nosso filho(a), antes mesmo dele(a) sentir qualquer dor na hora de sua partida.
Se enxergássemos a legião de anjos guardiões o recebendo,
compreenderíamos que o momento da perda, já havia acontecido perante os olhos de Deus.
Por isso tenhamos fé.
Saibamos que o propósito de Deus por mais injusto que nos pareça, tem um motivo. E sempre embasado na lei do amor.
Ser forte não é não chorar; e chorar não é uma demonstração de pouca fé.
Somos humanos.
Quando Jesus dizia “Vinde a mim os aflitos que Eu vos aliviarei”, Ele já sabia que as dores da alma tem seu tempo de manifestar. E Deus nos respeita, dando-nos o momento do luto.
Há tempo para tudo na vida, até para chorar. Viva esse tempo. Mas com a certeza de que ele passará, e outro tempo chegará cheio de respeito, para acalmar o coração.
Fará com que a saudade não seja mais dolorida.
Fará que os momentos felizes continuem compartilhados nos almoços de domingo e nas festas de aniversário.
Deus trará novamente a vontade de viver. Vontade de viver em homenagem à seu filho(a).
Viaje por ele(a), faça graça por ele(a), retome a vida por ele(a)!
E essa alegria contagiará os seus corações, tornando-os eternamente em uma comunhão de amor e ternura.
Deus não machuca ninguém. Não desampara 99 ovelhas para socorrer uma. Ele com sua onipresença também estará com as outras ovelhas. Mas quero que hoje, você se sinta como Sua ovelha predileta. Sinta-se em Seu colo, recebendo Dele toda ternura e consolo de Pai.
Seu filho(a) já está de volta à Sua casa.
E a certeza de que ele foi apenas à frente, nos faz crer que ainda fazemos parte deste jogo da vida, até Deus achar que atingimos nosso objetivo.
Que Deus ampare todas as mães e pais que hoje choram ou irão chorar a ausência de um filho(a), dando a eles a certeza da vida eterna e do tão esperado reencontro.
Deus os abençoe.

Walter Hassin
1.6 mil compartilhamentos

Em cada perda,
Em cada mentira,
Em cada verdade que você nega,
E cada arrependimento e cada adeus,
Foram um erro grande demais para esconder.

Dean Deep
31 compartilhamentos

“Os anos deixam rugas na pele, mas a perda de entusiasmo deixa rugas na alma.” (Michel Lynberg - Escritor) (...) Entusiasmo - A palavra vem de duas palavras gregas “en” e “theos”. Literalmente traduzida significa, “em Deus”. Falamos de tais pessoas como inspiradas. O entusiasmo torna uma pessoa velha, jovem; e sem ele, o jovem se torna velho. É a primavera oculta de energia inesgotável. É aquela força bonita que nos conduz da mediocridade a excelência. (...) É o carisma que atrai pessoas prestativas e alegres para se tornarem nossos amigos produtivos. É a fonte emocional prazerosa que borbulha, atraindo pessoas para nosso lado e absorvendo a alegria que brota do nosso coração. É a canção alegre de uma pessoa positiva que canta uma mensagem inspirada ao mundo: “Eu posso! É possível! Nós o faremos!” (...) O entusiasmo não admite senão o sucesso. É surdo à voz do desânimo. (...) Ele abrirá uma porta quando as outras chaves falharem. Como anda seu entusiasmo?! Como anda seu entusiasmo pelo Brasil, pela sua empresa, pelo seu emprego, pela sua família, pelos seus filhos, pelo sucesso de seus amigos? Se você é daqueles que acham impossível entusiasmar-se com as condições atuais, acredite - jamais sairá dessa situação. É preciso acreditar em você. Acreditar na sua capacidade de vencer, de construir sucesso, de transformar realidade. Deixe de lado o negativismo. Deixe de lado o ceticismo. Abandone a descrença e seja entusiasmado com sua vida e principalmente, entusiasmado com você. Você verá a diferença. “A esperança é algo que traz o sol às sombras das nossas vidas. É nosso vínculo com um amanhã melhor. Quando a esperança se vai, também se vai nossa força vital. Enquanto a esperança permanece viva, também permanece nossa determinação de prosseguir”.

Yitta Alberstan
9 compartilhamentos