Um dos mais famosos escritores russos do século XX, Vladimir Nabokov é conhecido especialmente pelo seu polêmico romance Lolita, onde um pedófilo se apaixona por uma garota de doze anos.

Mas sua capacidade de criar tramas complexas, desejos humanos profundos e jogos de palavras estão expressos em outros livros, que merecem ser lidos tanto quanto sua obra-prima.

Fizemos uma lista dos melhores romances que expressam o talento de Vladimir Nabokov.

Ada ou Ardor: Crônica de uma Família (1969)

livros essenciais de vladimir nabokov

O romance que levou mais tempo para ser escrito. Considerado por muitos críticos sua obra mais rica e ambiciosa. O protagonista é um homem que, como se tivesse narrando suas memórias, conta-nos sobre sua vida de fartura, ego e privilégios. O mais marcante da história, no entanto, é o seu caso com a própria irmã, que começou quando ambos eram adolescentes. Um banquete de juventude ardente, polêmica e mergulho literário no melhor estilo Nabokov.

Você perde sua imortalidade quando perde sua memória.

Vladimir Nabokov (Ada ou Ardor: Crônica de uma Família)

Fogo Pálido (1962)

livros essenciais de vladimir nabokov

Conhecido por ser um dos primeiros romances hipertextuais do mundo, o livro é uma história complexa de um manuscrito de um poeta americano que, primeiro tem suas 999 linhas descritas, e depois torna-se ficção enrolando com a história de outro personagem. É engenhoso, intrigante, surpreendente. Desses livros que faz a gente se sentir mais inteligente assim que acaba de ler.

O sol é um ladrão: ele atrai o mar e o rouba.

A lua é uma ladra:

ele rouba a luz prateada do sol.

O mar é ladrão: ele dissolve a lua.

Vladimir Nabokov (Fogo Pálido)

A Defesa (1930)

livros essenciais de vladimir nabokov

Uma das habilidades de Vladirmir Nabokov era construir problemas de xadrez. Essa sua paixão é refletida na própria estrutura desse romance, que é baseado na história de vida de um amigo, o escritor que cometeu suicídio. Luzhin é o protagonista, garoto estranho e desajeitado que abraça o xadrez para escapar da sua existência cotidiana. O problema é que quanto melhor ele fica no jogo, pior ele fica na vida, e acaba caindo na loucura. Uma história dessas que demora a te abandonar de tão impactante.

Qualquer futuro é desconhecido - mas às vezes adquire uma neblina particular, como se alguma outra força viesse em auxílio da reticência natural do destino e distribuísse essa névoa resiliente, da qual o pensamento se recupera.”

Vladimir Nabokov (A Defesa)

Fala, Memória (1966)  

livros essenciais de vladimir nabokov

Quer conhecer Nabokov? Nada melhor que mergulhar em sua própria autobiografia que, além de oferecer com detalhes seus sentimentos, pensamentos e um cruzamento incrível de temas, ainda nos dá uma boa ideia do que era viver em meios aos acontecimentos dramáticos do século XX, como a Segunda Guerra. É uma autobiografia tão delicada e bem escrita que quase parece ficção.

Uma pessoa que espera se tornar poeta deve ter a capacidade de pensar em várias coisas ao mesmo tempo.

Vladimir Nabokov (Fala, Memória)

Riso no Escuro (1932)

livros essenciais de vladimir nabokov

Como o próprio título sugere, este é um livro cheio de humor obscuro. Um dos primeiros livros de Nabokov, e a primeira vez que tratou do tema que depois seria explorado em Lolita. Um crítico de arte alemão de meia idade se apaixona por uma jovem, e deixa seu casamento. Margot, sua musa, na verdade está em outro relacionamento e, após sofrer um acidente de carro que o deixa cego, o crítico passa a ser cuidado por Margot, que esconde o amante em sua casa.

"A morte", dissera ele em outra ocasião, "parece ser apenas um mau hábito, que a natureza é atualmente incapaz de superar".

Vladimir Nabokov (Riso no Escuro)

Convite para Uma Decapitação (1935 - 1936)

livros essenciais de vladimir nabokov

Os últimos dias de um condenado à morte por decapitação, é o livro que o próprio Nabokov definiu como um de seus prediletos, junto com Lolita. É um romance poético e distópico que corre a mente de Cincinnatus C., um cidadão de um país fictício. Bem, se o próprio autor considera este o seu livro predileto entre tantas obras incríveis, porque iríamos discordar, não é?

O pensamento, quando escrito, torna-se menos opressivo.  Mas alguns pensamentos são como um tumor cancerígeno: você expressa, você o elimina, e ele volta pior do que antes."

Vladimir Nabokov (Convite para Uma Decapitação)

Pnin (1957)

livros essenciais de vladimir nabokov

O livro que fez Nabokov ficar famoso no EUA. O protagonista é professor russo de meia idade Timofey Pnin, expatriado. Ele se debate com o jeito americano de viver e por dentro, esconde uma personalidade solitária e triste. Apesar disso, o livro é sem dúvida um dos mais engraçados do autor russo. Para fugir um pouco do clima polêmico clássico, mas só um pouco.

O homem existe apenas na medida em que ele é separado do seu entorno. O crânio é o capacete de um viajante espacial. Fique dentro ou você perece. Morte é desinvestimento, morte é comunhão. Pode ser maravilhoso misturar-se com a paisagem, mas fazê-lo é o fim do terno ego.

Vladimir Nabokov (Pnin)

Contos Reunidos (2013)

livros essenciais de vladimir nabokov

Nabokov em pequenos pedaços. A ousadia de Lolita, o suspense de A Defesa, enfim, a genialidade de estilo do autor aparecem nestes 68 contos. Há uma mistura de fases do autor, das mais juvenis às mais maduras e o legal é ver justamente como ele foi evoluindo, já que os contos são dispostos em ordem cronológica. Uma boa forma de conhecer sua obra em doses pequeninas.

Eu me dei conta de que você não tinha poder sobre mim, de que não era você apenas a minha amante, mas a terra inteira.

Vladimir Nabokov (Contos Reunidos)

O Original de Laura (2009)

livros essenciais de vladimir nabokov

Uma publicação póstuma que era para ter sido destruída pela família, segundo a vontade de Vladimir Nabokov. O romance incompleto é uma história dentro de uma história que tem como personagens Laura, uma mulher muito magra de 24 anos, que na verdade é criação de outra personagem, Flora. Temos ainda Philip Wild, um médico neurologista que reflete muito sobre a morte.

O que pode ser mais triste do que um artista desencorajado que não morre de suas próprias doenças comuns, mas do câncer do esquecimento?

Vladimir Nabokov  (O Original de Laura)

E por último, mas não menos importante…

Lolita (1955)

livros essenciais de vladimir nabokov

Um romance erótico onde um pedófilo se apaixona, caça e aprisiona uma menina de apenas 12 anos. Já foi adaptado para filmes duas vezes, mas ambas as adaptações parecem distantes da obra original. O livro mostra variações infinitas do caçador: luxúria, ódio, paixão, ternura, crueldade. Um livro para refletir sobre a psicologia humana e as convenções sociais.

Eu te amei, era um monstruoso pentápode, mas como te amava. Era desprezível, brutal, torpe – tudo isso e muito mais, mais je t´aimais, je t´aimais! E houve momentos em que sabia como você se sentia,
e era um inferno sabê-lo, minha menina querida. Minha pequena Lolita, minha corajosa Dolly Schiller!

Vladimir Nabokov (Lolita)