Você pode nem saber, mas nós temos a certeza que as obras de Stephen King já fazem parte do seu imaginário.

Mesmo aqueles que não são adeptos de livros de terror, devem ter visto algum filme ou alguma série baseada nos escritos do autor norte-americano, que é considerado um dos maiores do gênero.

Se você ficou curioso e quer conhecer os livros mais famosos de Stephen King, está no lugar certo. Confira as 12 sugestões que colocamos por ordem cronológica:

1. Carrie, a estranha

Capa do livro Carrie, a estranha (1974)

Ano: 1974

Carrie, a estranha foi o primeiro livro que Stephen King publicou e é uma verdadeira obra-prima do terror. A narrativa se foca numa adolescente que frequenta o ensino médio e tem dificuldades em se relacionar com os colegas, acabando por ser rejeitada socialmente.

Em casa, a jovem convive com uma família extremamente religiosa e é criada em uma atmosfera controladora e repressora. No meio disso tudo, Carrie descobre que tem poderes de telecinese que ainda não aprendeu a controlar.

No baile de final do ano, um típico ambiente de escola norte-americana, com "grupinhos" e bullying, a protagonista é levada ao limite. Aí, a moça lança o caos e se vinga de todos que a perturbaram no passado.

Em 1976, o diretor Brian De Palma adaptou o romance para o cinema, num clássico incontornável e inesquecível. Em 2013, Kimberly Peirce dirigiu uma nova versão da história.

2. A Hora do Vampiro

Capa do livro A Hora do Vampiro (1975)

Ano: 1975

Com o título original Salem's Lot, este foi o segundo livro que o autor publicou, apenas um ano depois do sucesso de Carrie, a estranha. A história acontece em Jerusalem’s Lot, um local mais conhecido por Salem's Lot, onde o protagonista tinha vivido durante a infância.

Ben é um escritor que está buscando inspiração para as suas obras e decide regressar à cidade. Lá, ele percebe que algo bastante bizarro aconteceu e várias pessoas se transformaram em vampiros.

O romance foi adaptado para a televisão, numa minissérie de 1979 que teve a sua sequência em 1987. Em 2007, A Hora do Vampiro virou um filme na emissora TNT e, recentemente, foi anunciado que surgirá um novo longa-metragem com roteiro de Gary Dauberman.

3. O Iluminado

Capa do livro O iluminado (1977)

Ano: 1977

O Iluminado é, sem dúvida, uma das obras mais famosas de Stephen King, que continua surgindo como referência na cultura pop. O livro de terror psicológico é protagonizado por Jack, um escritor que está com um bloqueio criativo e tem problemas com o álcool.

Ele aceita trabalhar como zelador de um hotel isolado nas montanhas, para onde se muda com a família. O espaço tem um passado macabro, já que o funcionário anterior enlouqueceu ali e matou os seus familiares. A chegada do inverno, a solidão e a frustração vão piorando a saúde mental do protagonista, que se torna perigoso.

Em 1980, o célebre Stanley Kubrick adaptou a história para o cinema e a eternizou através do olhar tresloucado de Jack Nicholson, no papel principal.

Anos mais tarde, em entrevistas, Stephen King contou que, em parte, se inspirou na sua própria luta contra a dependência e escreveu o personagem de Jack com base nessa época sombria.

4. A Zona Morta

Capa do livro Zona Morta (1979)

Ano: 1979

A Zona Morta se destaca, sobretudo, porque foi a primeira obra de Stephen King a conquistar o estatuto de best-seller no seu país de origem. O livro é protagonizado por John, um professor que tem visões e pressentimentos sobrenaturais desde que era criança.

Depois de sofrer um acidente, o homem fica em um estado de coma durante anos. Quando acorda, John passa a ter poderes de adivinhação, acessando novas capacidades cerebrais.

Em 1983, o diretor David Cronenberg adaptou o livro para o cinema, com o filme Na hora da Zona Morta.

5. A Dança da Morte

Capa do livro A dança da morte.

Ano: 1981

Com o título original The Stand, este é um livro de terror passado num cenário pós-apocalíptico. O enredo acontece nos anos 80, quando um vírus geneticamente modificado é libertado e provoca uma pandemia que extermina 99% da população mundial.

Ao longo de umas impressionantes 823 páginas, o romance acompanha o modo como os sobreviventes se organizam em dois grupos, que entram em conflito.

Em 1994, A Dança da Morte foi adaptada para a televisão, numa minissérie lançada pela emissora ABC.

6. Quatro estações

Capa do livro Quatro Estações (1982)

Ano: 1982

Quatro Estações é um livro um pouco diferente dos outros que constam nesta lista, até porque não é uma obra de terror.

Trata-se de uma coletânea que reúne quatro novelas dramáticas, cada uma focada em uma estação do ano diferente: "Rita Hayworth e a redenção de Shawshank", "Aluno inteligente", "O corpo" e "O método respiratório".

Algumas destas narrativas se tornaram mais populares graças a suas adaptações cinematográficas, principalmente a primeira, que inspirou o filme Um Sonho de Liberdade (1994), de Frank Darabont.

7. O Cemitério

Capa do livro O Cemiterio

Ano: 1983

Louis arruma um novo emprego e tem que se mudar, junto com a mulher e os filhos, para uma cidadezinha chamada Ludlow.

Lá, o homem descobre que existe um antigo cemitério na floresta perto da sua casa, onde as crianças costumam enterrar seus animais de estimação que faleceram. No entanto, o local tem mais segredos do que parece e começa a afetar a vida dos residentes...

Em 1989, o livro foi transformado num longa-metragem dirigido por Mary Lambert. Três décadas depois, em 2019, Kevin Kölsch e Dennis Widmyer conduziram uma nova versão, intitulada Cemitério Maldito.

8. It - A Coisa

Capa do livro It - A Coisa

Ano: 1986

A Coisa é outro romance de terror imperdível que tem arrebatado leitores ao longo das últimas décadas. A trama segue os destinos de sete crianças que são perseguidas por uma força do mal que se alimenta do medo.

"It" ou A Coisa normalmente assume a forma de um palhaço assustador, Pennywise, que tenta atrair crianças para os esgotos e devorá-las. Aquelas que sobrevivem continuam sendo assombradas pela memória do monstro, que reaparece de 27 em 27 anos.

Em 1990, a história chegou à televisão norte-americana com o telefilme It - Uma Obra-Prima do Medo, de Tommy Lee Wallace, que acabou virando uma obra cult entre os amantes do gênero. No ano de 2017, Andy Muschietti lançou a sua versão cinematográfica do clássico.

9. Angústia

Capa do livro Angustia

Ano:1987

Angústia (ou Misery, no título original) é uma obra desconcertante de thriller e terror psicológico. Paul é um escritor que sofre um acidente de carro e recebe abrigo e cuidados de uma antiga enfermeira, Annie.

Aos poucos, sem mobilidade e dopado de remédios, o autor percebe que a mulher é uma fã obcecada pelo seu trabalho, que o sequestrou e não quer libertá-lo.

Em 1990, Rob Reiner lançou uma versão cinematográfica da narrativa, Louca Obsessão, com James Caan e Kathy Bates como protagonistas.

10. À espera de um milagre

Capa do livro Á Espera de um Milagre (1996)

Ano:1996

The Green Mile (o título original norte-americano) é um romance narrado pelo protagonista, Paul. O homem já é idoso, vive em um asilo e aproveita o tempo para lembrar do seu passado.

A obra reúne as suas memórias sobre os anos em que trabalhou como guarda prisional no corredor da morte. Na penitenciária, ele conhece John Coffey, um homem condenado pelo assassinato de duas garotas.

O convívio entre os dois faz o guarda perceber que John pode ser inocente, e também que ele possui poderes mágicos, como a habilidade da cura. Em 1999, Frank Darabont dirigiu o filme homônimo, com Tom Hanks no papel principal.

11. Sob a Redoma

Capa do livro Sob a Redoma

Ano: 2009

Sob a Redoma é uma obra de ficção científica que partiu de uma ideia sobre a qual Stephen King já estava pensando desde a década de 70. Embora tenha tentado escrever a história duas vezes, o autor acabou desistindo e só retomou a narrativa muitos anos depois.

A trama é centrada na cidade de Maine, que acorda rodeada por uma cúpula inexplicável, uma espécie de campo de forças que nenhum veículo consegue atravessar. Totalmente isolada, esta população precisa sobreviver e se reorganizar enquanto sociedade.

Em 2013, Brian K. Vaughan e Steven Spielberg dirigiram uma série baseada no livro de King, lançada na emissora televisiva CBS.

12. Doutor Sono

Capa do livro Doutor Sono (2016)

Ano: 2013

Doutor Sono é o 50º romance do autor e foi, certamente, uma das obras mais esperadas pelo público. Trata-se da continuação de O Iluminado, desta vez com Dan, o filho de Jack, como protagonista.

Já adulto, ele vive assombrado pelo passado, ainda impactado com tudo o que viu e viveu no antigo hotel, e também é alcoólatra, como o pai. Quando consegue alcançar a sobriedade, Dan recupera os poderes psíquicos que tinha na infância.

Assim, ele começa a perceber sempre que alguém está prestes a morrer, ficando conhecido como "Doutor Sono". Quase no final de 2019, Mike Flanagan dirigiu um filme inspirado no livro, com Ewan McGregor no papel de Dan.

Quem é Stephen King?

Stephen King (1947) é um consagrado escritor norte-americano que tem se destacado, sobretudo, pelas obras de terror, embora também escreva livros de fantasia, ficção científica e suspense, entre outros gêneros.

Criado apenas pela mãe, Stephen teve uma infância turbulenta, com algumas dificuldades financeiras. Foi nesse período que nasceu a paixão pelas histórias de terror, inspirada pelos livros de quadrinhos que adorava.

O autor começou a escrever roteiros quando era muito jovem e estudou Inglês na universidade. King casou com Tabitha Spruce, que também é escritora, e o casal constituiu família, embora vivesse com pouco dinheiro.

Stephen King discursando num evento literario, em 2011.
Stephen King discursando num evento literário, em 2011.

O escritor ganhava a vida redigindo textos para revistas e jornais até que a sua mulher o incentivou a terminar um rascunho antigo: Carrie, a estranha.

Esse foi o primeiro passo de uma carreira de sucesso astronômico. Décadas depois, ele é apontado como "Rei do Terror" e conquistou uma legião de fãs que cultuam a sua obra e seguem atentamente as suas publicações.

Um dos autores contemporâneos mais famosos, Stephen King é também um dos escritores mais traduzidos, tendo a sua obra literária publicada em mais de 40 países.

Considerado um gênio, King criou alguns monstros que continuam povoando os nossos pesadelos. Também por isso, o seu legado é incalculável: ele tem sido responsável por arrebatar o público, conquistando cada vez mais atenção e respeito para gêneros literários que muitas vezes são colocados em segundo plano.