Homenagem a quem Faleceu

Cerca de 436 frases e pensamentos: Homenagem a quem Faleceu

Primeiramente, boa noite a todos, gostaria de agradecer pelo privilégio de ser o orador de nossa turma nesta noite. Em nome dos formandos gostaria de agradecer a presença de todos que estão aqui, todos aqueles que se disponibilizaram para participar desta ocasião tão especial.
Hoje concluímos mais uma etapa de nossas vidas e esta, sem dúvidas, é apenas uma das tantas vitórias que estão por vir.
Ao longo de todos esses anos na escola convivemos com muitas pessoas. Professores e colegas vieram e se foram e deles levamos apenas as boas lembranças conosco. Hoje é também um dia de despedidas. Talvez amanhã ainda nos falemos, mas e daqui a uma semana? Ou quem sabe daqui a um mês. Será que nos reconheceremos daqui a 10 anos? Pois é, a vida nos separa, mas as memórias permanecem, os bons momentos que passamos juntos não nos abandonam. E daqui a alguns anos nós iremos olhar para trás e iremos pensar "onde está a minha turma do ensino médio?" E será neste momento que os corações irão apertar e as únicas coisas que teremos para nos agarrar serão nossas lembranças e a saudade.
Certa vez o filósofo Olavo de Carvalho disse “Há coisas que são boas por alguns instantes, outras por algum tempo. Só algumas são para sempre" e o que poderia ser a escola se não um conjunto desses momentos que serão eternos em nossas mentes? A escola foi o nosso primeiro desafio, local de nossas primeiras interações sociais, também foi o local onde começamos a ter responsabilidades, mas acima de tudo foi onde tornamo-nos quem somos.
Na física existe uma teoria chamada Teoria do Caos, ela fala sobre como acontecimentos aparentemente irrelevantes podem vir a ter consequências gigantescas no futuro. Uma das frases mais célebres sobre a mesma é aquela que diz “O bater de asas de uma borboleta no Brasil seria capaz de causar um furacão no Texas”.
Parece um tanto absurdo, mas foi exatamente o que nos ocorreu, os sussurros do passado que diziam “corra atrás, estude, siga em frente, você é capaz” tornaram-se furacões e mudaram nossas vidas. E todos esses acontecimentos fizeram com que estivéssemos aqui hoje.
É engraçado como durante anos nós contávamos os dias para as férias, mas desta vez foi um pouco diferente, quando íamos pedir por férias nós tivemos uma epifania, não haverá férias, não haverá rematrícula na escola, não haverá compras de materiais novos. Para serem férias é necessária uma data para voltar, e desta vez não voltaremos.
Esperamos concluir a escola durante tanto tempo, que agora, no fim, vemos quanta falta ela nos fará. Sentiremos saudades das risadas, das brincadeiras, até mesmo dos puxões de orelha, mesmo que esse último nem tanto, sentiremos saudades do local, do cheiro dos livros novos, e sem dúvida alguma, do lanche também.
Passamos muito tempo aprendendo, e aprendemos. Aprendemos a ler, a escrever, aprendemos que 1+1 são 11, e que dom Pedro 2° descobriu o Brasil. Ou não? Será que foi isto mesmo? Bem talvez, mas o aprendizado nunca termina, pois o conhecimento é a única coisa que levaremos sempre conosco.
E por fim não gostaríamos de apenas dizer um obrigado, é muito simples, a gratidão que sentimos não poderia ser traduzida em apenas uma palavra. Nós somos gratos a todos aqueles que passaram por nossa vida. Pais, professores, colegas, sem vocês nada disto seria possível. Mas como faltam palavras para expressar este sentimento, encerro com um obrigado, ou não, melhor, muito obrigado, por tudo.

Vinícius Becker
7 compartilhamentos

Bons dias

Que saudade daquele dia
Em que tudo começou
Perto de mim você se assentou
E nossa amizade ali raiou

O tempo passou tão depressa
E nós soubemos aproveitar
Mais uma amiga incrível
A vida me deu pra cuidar

Como era bom poder partilhar
Meus dias com alguém tão alegre
Que me fazia sorrir
E deixava minha vida mais leve

Por fim os bons dias acabaram
E a distância se achegou
Mas não, a nossa amizade
Ela não atrapalhou

Meses e meses se passarão
Anos também virão
Tudo poderá mudar
Mas a nossa amizade não

Sei que ganhei um presente
Minha pequena amiga
Te guardo em meu coração
E saiba que és mui querida

Desconhecido
3 compartilhamentos

❝ Mulher ... que todos os seus dias sejam de bençãos ... paz ... alegrias ... e amor ... que a harmonia divina em ti possa sempre tocar os corações ... com a leveza do seu carinho ... e a delicadeza da sua doce sensibilidade ... ❞

Jared Hassan
3 compartilhamentos

Mulher
“Sinônimo de Amor”.

Coração sem medidas, fator principal da continuação da vida.
“Criatura de Deus”, com todos os dons existentes.
És tão importante para o mundo que de ti, somos todos dependentes.
O mundo continua por causa de tua existência;
Quando Deus criou o mundo, fez você dele, a essência.
É... Essência do mundo.
Mulher:
QUE TODOS OS MÉRITOS SEJAM A TI DEDICADOS.
HOJE E SEMPRE, OBRIGADO POR VOCÊ EXISTIR.

Jorge Tolim
3 compartilhamentos

Falar de Jose de Alencar da prazer
Ele nasceu em Megisana Ceará Em primeiro de maio de 1829
e faleceu no rio de Janeiro em 12 de dezembro de 1.877 É
patrono da cadeira 23 Por escolha de Machado de Assis

homenagem escritapor margarida
Inserida por Sdremargarida
1 compartilhamento

Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida

Luis Fernando Verissimo
2 compartilhamentos

Uma das pessoas que eu mais amo nessa vida faleceu, meu avô lindo.. Apelidado carinhosamente por mim 'filho', por causa das inumeras brincadeiras de mãe e filho quando eu era pequena, rs. Espero que Deus tenha reservado um lugar bem melhor pra ele.. Que ele conforte meu coração, e que a estrelinha que meu avô virou, possa iluminar ainda mais meus passos. Eternas saudades, filho. Amo você.

Letícia Novais
Inserida por lenovais
1 compartilhamento

Um jovem americano que faleceu de câncer três anos após o diagnóstico dedicou-se a aproveitar ao máximo no tempo que tinha. Em seu último ano de vida, ele se apaixonou e casou-se com a namorada, que ficou ao seu lado até o fim.
Alex Lewis foi diagnosticado aos 17 anos com câncer nos ossos e passou por um tratamento intensivo contra a doença, sem sucesso. Ele faleceu pouco depois do seu aniversário de 22 anos.

Durante os últimos três anos, ele experimentou o que muitas pessoas levam toda a vida para conseguir, inclusive conhecer e casar com o amor de sua vida.

O garoto foi diagnosticado depois de sentir dor no braço por meses.

- Ele jogava muito tênis de futebol americano, por isso imaginou que havia distendido alguns músculos, mas a dor não desaparecia.

Quando finalmente recebeu o diagnóstico, o câncer já havia se espalhado para seus pulmões. Ele passou por uma intensa quimioterapia e um dos ossos em seu braço foi substituído por uma prótese de metal.

Mas apesar de cirurgias e radioterapia, os tumores continuaram a se espalhar.Quando começou a enfrentar a perspectiva de morrer, Alex jurou viver cada dia com o máximo de energia que pudesse.

- (A doença) Faz você compreender como a vida é preciosa. A vida é maravilhosa, na verdade, mas para aproveitar cada minuto você precisa olhar para tudo de uma maneira positiva.

Enquanto realizava as diferentes etapas do tratamento, ele decidiu fazer viagens de aventura. Entre elas, como pular de pára-quedas na Nova Zelândia, andar de buggy nas dunas de Dubai e mergulhar após saltar de um penhasco na Cornualha.

'Beijo inesperado'

Em seu último ano de vida, durante uma festa em Swansea, no País de Gales, Alex conheceu Ali Strain, uma garota que havia visto durante uma viagem para encontrar amigos na Austrália, e se apaixonou.

- Foi um beijo inesperado e depois disso, tudo foi muito rápido. Eu pensei que esta era a garota com quem gostaria de passar o resto da minha vida.

O casal começou a namorar e Alex a pediu em casamento três meses depois.

- O apoio mútuo e carinho que eles compartilhavam um com o outro era, ao mesmo tempo, alentador e triste de assistir.

Eles ficaram noivos e Ali se mudou para a casa da família para ficar com Alex.

- Apesar de estar piorando fisicamente, ele amava ter alguém com quem dividir sua vida, e descreveu o tempo que passou com Ali como um relacionamento de seis anos que foi acelerado e condensado em cerca de três meses'.

Na época, o pai de Alex, disse que o relacionamento de seu filho 'fez com que ele começasse uma vida nova. Ele anda com um sorriso no rosto quando não sente dor'.

No entanto, já no outono, os tumores de Alex já se espalhavam por seus pulmões e ele tinha dificuldades para respirar.

- Ele tomava tanta morfina para controlar as dores que era surpreendente que permanecesse acordado, mas estava determinado a continuar fazendo festas e vendo seus amigos todos os fins de semana.

'Momentos felizes'

Com sua família, Alex chegou a comemorar três natais como se fossem seu último.

Em janeiro, o casamento com Ali foi realizado apressadamente, mas depois da festa, sua saúde deteriorou-se rapidamente.

Seu Pai registrou o apoio que o garoto recebia da namorada durante pior momento da doença.

- Ele estava sentindo tanta dor, então eu só dizia 'lembre-se de todos os momentos felizes...pense na noite em que ficamos juntos e pense em todos os seus amigos maravilhosos'. E isso o ajudou muito'.

- Ele queria que sua família e amigos soubessem como havia gostado de sua vida e que não pensassem sobre o destino que ele teve. Alex também quis ressaltar a dificuldade de diagnosticar o câncer ósseo para que outros adolescentes não sofressem o mesmo que ele.

- Pouco antes de morrer, Alex fez questão de dizer a sua família como acreditava que a vida que teve havia sido completa, apesar de ter acabado antes do tempo.

Elvis Santos
Inserida por ElvisRJ
1 compartilhamento

Sabedoria da velhice
Seu Juventino era meu vizinho de apartamento. Era, porque faleceu. Sua única filha, solteira por opção, trabalhava fora o dia todo, e sua esposa, dona Norma, é quem ficava com a obrigação de cuidar do homem que no passado fora um empertigado militar, mas que devido a um câncer no cérebro deitou-se um dia e não conseguiu mais levantar. Quando dona Norma saía para o mercado vinha a minha porta e pedia: ‘pode olhar o Juventino um pouco?’ Era uma mulher admirável essa senhora. Em cima de seus setenta anos era mais forte que qualquer um. Em corpo e espírito.
Quando eu chegava para ‘olhar’ o doente, sentava a seu lado e ele, ainda muito lúcido apesar das dores, desfiava a falar e falar, quase um monólogo. Eu o deixava ir em seus devaneios de doente que não tem muito com quem conversar.
Uma das coisas que Seu Juventino gostava de repetir era, que os velhos como ele, a cada dia deteriora algo. Toda manhã percebia alguma coisa deixando de funcionar direito. É claro que um pouco pela doença. Mas a maior parte pela velhice e inanição. ‘E o pior é que as pessoas acostumam com isso’, ele dizia. Um dia um zumbido no ouvido, outro uma dor no joelho, e às vezes até surdez. Vão perdendo a audição devagarzinho, e quando dão por si estão surdos e nem sabem como foi. A cegueira também. ‘Já vi muito velho cego e surdo e nem sabe que é’ ele falava quase sussurrando. Eu ria muito com suas conversas, mas tenho que admitir ser a pura verdade. Velho não gosta de ser velho. Mulher então! Nem pensar! Depois que faz quarenta esquece-se de fazer aniversário pelo resto da vida. Pelo menos a maioria delas.
Agora, verdade seja dita, não acontece só com os velhos não. A pessoa entra na cozinha para fazer alguma coisa e esquece. Aí lembra que tem de fazer algo na sala, só que quando chega lá não lembra mais o que tinha que fazer. Coloca o celular no bolso e sai pela casa à procura do tal que não sabe onde o deixou. Passa a procurar a chave do carro e acha o celular no bolso, mas aí não sabe mais onde está a chave do carro. Velhice? Coisa nenhuma! Todos se esquecem um pouquinho das coisas.
Seu Juventino gostava de lembrar-se de seu tempo no Exército. Tempo bom era aquele! Corrida por três horas a fio pelas ruas comandando um pelotão de rapazes fortes e saudáveis. Subindo e descendo morros. Pulando obstáculos e caindo no rio para travessia a nado. E ele não cansava. Os jovens sim.
Nunca falava sobre sua doença. Não gostava. Afinal, fora ela, a doença traiçoeira que o deixara fora da vida por quase dez anos. Dez anos de sofrimento.
Quando ele morreu fiz um pequeno poema em sua homenagem. Dona Norma mandou inscrever na lousa de seu túmulo. ‘Ele vai ficar feliz’, disse-me ela. Assim espero. Porque lá eu disse o quanto era importante ser velho e sábio como ele fora. E que amigos não se escolhe pela saúde, cor ou religião, mas pelo conteúdo da alma.
E velhos não são os que têm muita idade. Velhos são os que não acumulam sabedoria. Em qualquer idade.

Paola Rhoden
Inserida por PaolaRhoden
1 compartilhamento

Hoje a minha mãe faleceu... Sei, agora, o que significa um dia nublado!

RONALDO RHUSSO
Inserida por Vicentavlis
1 compartilhamento

De repente a correspondência faleceu. As constelações pararam de brilhar naquela noite. O sol nasceu, mas não tão radiante quando se existia o amor. O mais doce açúcar azedou... A fonte secou... A força cessou... E assim surgiu a ferida incurável de algo que parecia infinito num dia; e que, noutro dia, finito se tornou. Acostumar o coração e adaptá-lo pra determinadas situações é desconfortante. Sorrir estando triste, pode ser até forte, sendo que a alma se desaba a cada instante.

Inacio Morais
Inserida por inaciomorais
1 compartilhamento

A esperança não faleceu
Apenas foi levada pela resignação

NaNa Caê
Inserida por nanacae
1 compartilhamento

faleceu
já não está mais entre nós

bholao
Inserida por bholao
1 compartilhamento

E só lembrando: brincar com quem faleceu é um jeito de aliviar o sentimento de perda, uma forma de luto, e não necessariamente desrespeito

Alex Osório
Inserida por AlexOsorio
1 compartilhamento

Eu fiquei triste quando a Avalanna faleceu,eu chorei tanto...ela era tão especial,era forte,acreditava em seus sonhos,não parava de sorrir mesmo com sua doença.O Justin é o melhor ídolo do mundo,fez de tudo para vê-la feliz,para fazê-la feliz...ele a amava muito,ele chorou e ficou triste quando ela faleceu como nós.Ela era um anjinho,arrancou os sorrisos mais lindos e sinceros do Justin como ele arrancou os dela.Nunca vamos te esquecer Avalanna e amamos vocês.

Romário Kassiano
Inserida por romariokassiano
1 compartilhamento

No meio do poema
faleceu o mosquito
asas na palavra amor
pernas na palavra grito

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves
1 compartilhamento

Para Minha Mãe Laureana que faleceu no ano 2000/09
Mãe,em meio aos pensamentos.
Me peguei lembrando de simples momentos.
Que se tornaram a fórmula da minha vida.
Momentos que hoje são marcas.
Deixadas pelo tempo no meu coração.
Vivemos muitos sonhos.
Já chorei bastante.
Até me chamaram de louca.
Mas nunca me esqueci dos momentos,
que vivemos juntas.
Lembro-me,quando moravamos lá em cirilândia,
e eu estava sempre doente,a senhora sempre ao meu
lado,saos dias e noites,durante todo o tempo em que,
estivemos juntas,tenho muito para recordar.
Mãe querida e amada.
Saudade de Você e de todos os nosso momentos.
Em que suas palavras me confortavam.
Seus conselhos me encorajavam.
O seu sorriso era um detalhe.
Daquele sentimento,maravilhoso,confiança...
Hoje não posso mais ouvir suas palavras.
Nem me encorajar mais com seus conselhos.
Mas posso deixar aqui,tudo que sinto por ter perdido,
sua fiel companhia,sua presença marcante e querida.
Não posso mais sentir a sinceridade de seu sorriso.
Só as estrelas podem te ouvir.
E sentir a presença da paz que existe em você.
Sei que um dia,nos encontraremos na gloria,porque
tenho certeza que Você foi para o céu,
Esperar por mim.Sei que esta rodeada de anjos...
Contando as maravilhas dos,
simples MOMENTOS de nossa,
Fiel e verdadeira Amizade.
Da nossa VIDA,do nosso amor de MÃE E FILHA!
Voce sempre Existirá no meu coração.
Obrigada MÃE,por ter sido minha amiga tão fiel!
Homenagem à Minha Mãe
Laureana Maria Ramos!
Fênix Faustine

Benny Ramos
Inserida por Blandinne
1 compartilhamento

- Que você morreu? - disse a velha senhora, sorrindo. - Faleceu? Partiu? Foi falar com Deus?
- Morri - ele disse, suspirando. - E isso é tudo o que eu lembro. Depois a senhora, os outros, tudo isso. A gente não devia ter paz quando morre?
- Temos paz - disse a mulher - quando estamos em paz com nós mesmos.

As Cinco Pessoas Que Você Encontra No Céu
Inserida por marianastela
1 compartilhamento

A vida é minha madrasta,
minha mãe vida faleceu,
o sofrimento, contrasta
com a alegria que desapareceu
viver assim magoa,
sentir o afastamento do amor
olhar ao longe a canoa,
para amenizar a dor,
neste mar agitado
mandaste-me navegar
fazer de mim um pobre coitado,
madrasta má
conseguiste-me parar.
Meus sonhos fogem
tal o desencanto
minhas lágrimas caem
estou num pranto
Coragem volta,
ajuda-me a lutar,
cala-me a revolta
volta amor,
preciso de ser amado
volta por favor
deixa-me amar...

Paulo
Inserida por Paulo3Xana
1 compartilhamento

Morreu o encanto! Morreu o ciúme!Faleceu o sorriso!
Mas é preciso ressuscitá-lo. O meu eu passou a ser primeiro!
Minhas vontades! O pensar e o viver.
E preciso seguir nesta vida louca. Cheias de surpresas e suspense imaginável do qual achamos que controlamos!
Não controlamos nada, meu amigo!
Como ondas no mar que não sabemos em que intensidade vai quebrar.
Podemos nos quebrar também! Ou entrar e nos envolver em seus balanços e tirar das ondas o que for divertido
Seu balanço, leveza e cor.
E esperar que seu rumo nos leve a algo mais excitante!

silvana leite barros
Inserida por silvana75
1 compartilhamento