Gabriela Mahin

Cerca de 3999 frases e pensamentos: Gabriela Mahin

Alma que sente frio
distância que aprisiona
A saudade está no cio.

Gabriela Marcondes
76 compartilhamentos

Todo o país escravizado por outro ou outros países, tem na mão, enquanto souber ou puder conservar a própria língua, a chave da prisão onde jaz.

Gabriela Mistral
21 compartilhamentos

harmonia sem acorde
nota em contratempo
a dissonância morde

Gabriela Marcondes

E se perguntassem o que vem a ser o certo, Gabriela olharia com a cabeça torta como a de um cachorro quando parece não compreender o que se passa. O olhar de repente vidrado de quem tem sede de entender as coisas que acontecem ao redor. Ela não sabia amar, talvez. Então mais um amor havia ido embora, mais um amor havia chegado ao fim. Nessa imensa individualidade onde ninguém podia entristecê-la sempre cresciam espinhos. Espinhos para machucar aqueles que a machucavam, então assim não a tocavam. Não tocava porque o medo da mágoa não deixava que lhe tocassem, ou então havia medo porque não haviam tocado fundo o suficiente para que o medo não existisse. Que triste então estava sendo, mas Gabriela parecia acostumada. Acostumada e fria porque depois de tantas lágrimas, ela finalmente parecia ter secado. A maquiagem borrada em volta dos olhos tinha sido limpa na noite anterior. Quando Antônio e ela se encontraram; ela parecia inteira. Inteira porque não tinha ficado nada dela para trás. Seus olhos eram de desilusão, de cansaço. Cansada de construir sonhos, planos, fantasias. E depois da desilusão ter de destruir uma a uma, como se nada daquilo tivesse um dia existido, só para olhar para trás e não sentir nada do que sentira antes. Era mais um fim doído, choroso, arrastado. Fosse o ponto final sua última lágrima de dor, já havia então sido decretado. Decretado num discurso mudo, num adeus em silêncio. Dito através de tudo daquilo que não havia sido falado. Antônio não parecia prestes a dizer nada. Gabriela não diria; se pudesse escolher, teria ficado calada, mas lhe escapou: “Meu coração tá ferido de amar errado. De amar demais, de querer demais, de viver demais. Amar, querer e viver tanto que tudo o mais em volta parece pouco. Seu amor, comparado ao meu, é pouco. Muito pouco. Mas você não vê. Não vê, não enxerga, não sente. Não sente porque não me faz sentir, não enxerga porque não quer. A mulher louca que sempre fui por você, e que mesmo tão cheia de defeitos sempre foi sua. Sempre fui só sua. Sempre quis ser só sua. Sempre te quis só meu. E você, cego de orgulho bobo, surdo de estupidez, nunca notou. Nunca notou que mulheres como eu não são fáceis de se ter; são como flores difíceis de cultivar. Flores que você precisa sempre cuidar, mas que homens que gostam de praticidade não conseguem. Homens que gostam das coisas simples. Eu não sou simples, nunca fui. Mas sempre quis ser sua. Você, meu homem, é que não soube cuidar. E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais. Dessa minha mania tão boba de amar errado. Seja feliz.”

Caio Fernando Abreu
158 compartilhamentos

E se perguntassem o que vem a ser o certo, Gabriela olharia com a cabeça torta como a de um cachorro quando parece não compreender o que se passa. O olhar de repente vidrado de quem tem sede de entender as coisas que acontecem ao redor. Ela não sabia amar, talvez. Então mais um amor havia ido embora, mais um amor havia chegado ao fim. Nessa imensa individualidade onde ninguém podia entristecê-la sempre cresciam espinhos. Espinhos para machucar aqueles que a machucavam, então assim não a tocavam. Não tocava porque o medo da mágoa não deixava que lhe tocassem, ou então havia medo porque não haviam tocado fundo o suficiente para que o medo não existisse. Que triste então estava sendo, mas Gabriela parecia acostumada. Acostumada e fria porque depois de tantas lágrimas, ela finalmente parecia ter secado. A maquiagem borrada em volta dos olhos tinha sido limpa na noite anterior. Quando Antônio e ela se encontraram; ela parecia inteira. Inteira porque não tinha ficado nada dela para trás.

Caio Fernando Abreu

E se perguntassem o que vem a ser o certo, Gabriela olharia com a cabeça torta como a de um cachorro quando parece não compreender o que se passa. O olhar de repente vidrado de quem tem sede de entender as coisas que acontecem ao redor. E no meio dessa imensa individualidade onde ninguém podia entristecê-la sempre cresciam espinhos. Espinhos para machucar aqueles que a machucavam, então assim não a tocavam. Não tocava porque o medo da mágoa não deixava que lhe tocassem, ou então havia medo porque não haviam tocado fundo o suficiente para que o medo não existisse. Que triste então estava sendo, mas Gabriela parecia acostumada. Acostumada e fria porque depois de tantas lágrimas, ela finalmente parecia ter secado. Seus olhos eram de desilusão, de cansaço. Cansada de construir sonhos, planos, fantasias. E depois da desilusão ter de destruir uma a uma, como se nada daquilo tivesse um dia existido, só para olhar para trás e não sentir nada do que sentira antes. (...) E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais. Dessa minha mania tão boba de amar errado.

Caio Fernando Abreu
1 compartilhamento

E se perguntassem o que vem a ser o certo, Gabriela olharia com a cabeça torta como a de um cachorro quando parece não compreender o que se passa. O olhar de repente vidrado de quem tem sede de entender as coisas que acontecem ao redor. Ela não sabia amar, talvez. Então mais um amor havia ido embora, mais um amor havia chegado ao fim. Nessa imensa individualidade onde ninguém podia entristecê-la sempre cresciam espinhos. Espinhos para machucar aqueles que a machucavam, então assim não a tocavam. Não tocava porque o medo da mágoa não deixava que lhe tocassem, ou então havia medo porque não haviam tocado fundo o suficiente para que o medo não existisse. Que triste então estava sendo, mas Gabriela parecia acostumada. Acostumada e fria porque depois de tantas lágrimas, ela finalmente parecia ter secado. A maquiagem borrada em volta dos olhos tinha sido limpa na noite anterior. Quando Antônio e ela se encontraram; ela parecia inteira. Inteira porque não tinha ficado nada dela para trás. Seus olhos eram de desilusão, de cansaço. Cansada de construir sonhos, planos, fantasias. E depois da desilusão ter de destruir uma a uma, como se nada daquilo tivesse um dia existido, só para olhar para trás e não sentir nada do que sentira antes. Era mais um fim doído, choroso, arrastado.

Caio Fernando Abreu
1 compartilhamento

Dai-me, Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida para um novo avanço.

Gabriela Mistral
501 compartilhamentos

Às vezes o seu melhor amigo pode se tornar seu pior inimigo! Cada vez mais deve-se confiar menos. Tudo o que um dia foi desabafo, momento de intimidade com alguém em quem se confiava pode se tornar uma arma contra você mesmo. Ninguém quer te ver melhor que ele mesmo. Ninguém quer ver o seu sucesso. A inveja é um sentimento que transforma o ser humano e o faz ter atitudes e falar coisas terríveis e inimagináveis! Amigo mesmo só Deus. Aos poucos e cada vez mais estou deixando de acreditar, de confiar nas pessoas... Estar cercada de pessoas e ao mesmo tempo estar só! É isso! O egoísmo, a inveja, a frustração e todos esses sentimentos ruins tem destruído o ser humano e isso me entristece! Que Deus tenha misericórdia da sua criação!

Gabriela Grutka
1.5 mil compartilhamentos

Terminar um namoro nunca é fácil, é como chegar no final de um livro que poderia ter uma continuação maravilhosa, mas não tem.

Gabriela Freitas
1.2 mil compartilhamentos

Quem sou eu:?
Sou só mais alguém pensando no que ser.
Ja mudei várias vezes de opinião.
Entre ser ou não ser.
Ir ou não ir.
Gostar ou odiar.
Mais foi assim que eu realmente descobri quem eu sou...
Sou um personagem,eu sou o meu gosto,as minhas atitudes e pensamentos,sou o que eu quero a hora que eu quero.
Apenas mais um boneco nas mãos do destino!!!

Gabriela Castro
95 compartilhamentos

Faça o melhor , se prepare para o pior, não espere nada de ninguém, e o que vier é lucro.

Gabriela Magalhães
514 compartilhamentos

AMIZADE VERDADEIRA

A amizade é para sempre
E sempre estarei do seu lado
Nos momentos dificeis
E os fáceis

O meu ombro amigo
Esta sempre a disposição
Em qualquer momento

E quero que saiba
Que só sou feliz
Por causa de sua
AMIZADE VERDADEIRA

Gabriela J
642 compartilhamentos

Não sou qualquer certinha ou sou um estereótipo de garota perfeitinha. Não sou qualquer amiga de todos, não concorro à miss simpatia nem sou adorada por unanimidade. As pessoas têm o direito de não gostar do meu jeito, assim como eu também posso não gostar do delas. Não sou qualquer politicamente correta. Não sigo todas as regras da sociedade e ajo por impulso. Erro? Admito, aprendo ensino... Todos erram um dia: por descuido, inocência ou maldade. Não sou qualquer ditador, abro exceções, perdôo aos outros e a mim.
Todos merecem uma segunda chance, mas nunca uma terceira. Mudo de opinião, mas não de princípios, quem me encontrar daqui a 10 anos conseguirá me reconhecer. Não sou qualquer espectador...
Comovo-me, choro, sorrio! Quem nunca torceu pelo mocinho? Quem nunca sonhou em ser a mocinha? Não sou qualquer idiota... Não sou o Diabo muito menos Deus.

Gabriela Maia
118 compartilhamentos

Quer um conselho?
Seja FELIZ e não se importe com as pessoas ao seu redor, elas não sabem METADE do que acontece com você.

Gabriela Perroni
143 compartilhamentos

Sou chata sim, muitas vezes insuportável; deixo meu ego falar mais alto e quero as coisas do meu jeito. Falo o que penso, brigo quando acho que devo brigar, e poucas vezes fico em silêncio. Entro em contradição, digo coisas e me arrependo, penso no que não devia pensar, tenho medo de um milhão de coisas. Demonstro ser o que não sou, e sinto que me perco entre mim e o outro. Sou insegura, impaciente, enjôo fácil das coisas, não termino o que começo e desisto quando me enche o saco. Mas não só de defeitos é composto o ser humano. Sou guerreira, determinada, humana demais... penso nas pessoas, ajudo de qualquer jeito. Não tenho frescura, sento no chão, como com a mão, falo com qualquer pessoa. Cuido de quem precisar, vou no inferno por quem eu amo, e sou feliz. Corro atrás do que eu sonho, tenho minhas crenças que ninguém tira, e enfrento tudo com a minha coragem.
O que me falta na vida?

Gabriela Manhães
97 compartilhamentos

Onde houver uma árvore para plantar, planta-a tu. Onde houver um erro para emendar, emenda-o tu. Onde houver um esforço de que todos fogem, fá-lo tu. Sê tu aquele que afasta as pedras do caminho.

Gabriela Mistral
183 compartilhamentos

Sei que algumas pessoas falam mal de mim.
Outras falam bem.
Não vim ao mundo pra agradar ninguém,e também reconheço que não sou perfeita.
Tenho muitos defeitos,mais as pessoas que me cercam superam meus defeitos, e essa qualidade é a que eu mais admiro neles.

Gabriela Castro
904 compartilhamentos

O amor proibido é uma dor que não sai do coração,porque a revolta é maior do que o modo de pensar.

Gabriela Santos
83 compartilhamentos

sair do protocolo
contornar a mesmice
bancar o vôo solo

Gabriela Marcondes